Anhanguera migra data center de todos os centros universitários para UolDiveo. Foto: Flickr.com/bena1974

A Anhanguera Educacional, grupo que no quarto trimestre de 2012 faturou R$ 422,2 milhões, alta anual de 36,5%, e somou mais de 441,1 mil alunos, contratou a TecnoComp para migrar seu data center para um ambiente UolDiveo.

A demanda pela migração surgiu após a compra da Uniban, fechada em 2011 por R$ 510 milhões, e que levou a Anhanguera à necessidade de integração dos ambientes.

Para solucionar a questão, a TecnoComp assumiu a migração e a integração de três unidades da Uniban à uma rede de comunicação com topologia MPLS, que centraliza e redistribui os dados das 75 universidades que formam a instituição.

“Buscávamos uma operação de moving que não impactasse o negócio. A preparação, mudança, montagem dos racks e instalação dos equipamentos ocorreu durante finais de semana, num total de apenas 72 horas.”, diz Michel Leite, coordenador de TI e Telecomunicações da Anhanguera.

Ricardo Perdigão, diretor Comercial da TecnoComp, explica que a primeira etapa do projeto do Move físico foi o site survey, que consiste no levantamento detalhado dos equipamentos, conexões de redes, softwares e serviços do data center.

Com a documentação concluída, a TecnoComp partiu para o projeto em si, no qual foram migrados da matriz da Anhanguera no bairro do Morumbi, em São Paulo, sete racks, com switches, hubs, roteadores, pactch panels, e demais equipamentos utilizados no novo ambiente horizontal.

Para a infraestrutura física, a empresa adotou a opção do cabeamento estruturado, com equipamentos Furukawa.

INTEGRAÇÃO
Dos centros da Uniban que foram integrados à rede da Anhanguera, a TecnoComp também ficou responsável pela execução da nova infraestrutura de redes LAN nas unidades do Campo Limpo, Osasco e Grande ABC.

“Foram instalados 2,5 mil pontos de rede lógica e telefonia nas três unidades que já estão integradas à grande rede Anhanguera, com 75 pontos físicos WAN conectados ao novo data center no UolDiveo”, explica Leite. “E para a ponta utilizamos cabeamento metálico rodando em velocidade de 100Mbps na mesa dos usuários”, conclui.

Segundo ele, em 2013 a ideia é investir em mais equipamentos e dar início aos projetos de telefonia VoIP e redes wireless para conexão internet em todos os campus  universitários da Anhanguera no Brasil.

Leite conta que a escolha pela TecnoComp se deu pela expertise da companhia em grandes projetos de infra estrutura.

Além da área de data center, a companhia atua em CSC - Service Desk, suporte e gestão de ativos e infraestrutura.

A empresa tem sede em São Bernardo do Campo e filiais em Goiânia e Rio de Janeiro, com pontos de presença diretos e credenciados em mais de 200 cidades.

Em 2012 a TecnoComp registrou receita de R$ 32 milhões, alta de cerca de 37% sobre 2011, e em 2013 projeta crescer acima de 30%, alcançando a cifra de R$ 43 milhões de faturamento.