MURCHO

Aeromóvel: uso é a metade do previsto

18/07/2014 15:51

Apenas 3 mil passageiros do Salgado Filho tem usado o meio de transporte com o Trensurb.

Passageiros no primeiro dia do Aeromovel. Foto: Luana Rosales.

Tamanho da fonte: -A+A

O Aeromóvel do Aeroporto Salgado Filho tem transportado em média 3 mil passageiros por dia em dias úteis, menos da metade dos 7,7 mil previstos nos planos que levaram à autorização da obra.

Os dados foram levantados pela Zero Hora com base nos dois meses e meio após o começo da operação comercial. 

A cifra significa que um número pequeno de passageiros do Salgado Filho tem usado o meio de transporte.

O aeroporto recebeu em junho 388.727 passageiros, quase 13 mil por dia. [Ao contrário do que o senso comum poderia indicar, a quantidade não foi maior por causa da Copa do Mundo. De fato, foi 0,8% menor]. 

Pelo menos, o número parece estar em alta. Durante os primeiros 10 dias de funcionamento do Aeromovel, 12 mil pessoas usaram o sistema, uma média de 1,2 mil por dia, ainda com o horário reduzido.

Em qualquer caso, o meio de transporte é subutilizado. É possível transportar quase 28 mil pessoas por dia.

O Trensurb, estatal federal que opera os trens metropolitanos de Porto Alegre e o aeromóvel, disse à ZH que os custos de manutenção e de pessoal não podem ser estimados, pois as equipes ainda estão sendo formadas e parte da manutenção está sendo feita dentro do prazo de garantia de implantação do sistema.

A passagem do aeromóvel é gratuita, desde que o usuário pague pela passagem de trem. Em tese, ele se pagaria com o aumento na demanda no sistema. 

Porém, a Trensurb informa que ainda não há uma avaliação de quantos usuários foram agregados ao metrô em função do aeromóvel – o que dependeria da realização de uma pesquisa específica que ainda não foi realizada.

O investimento para construir o aeromóvel foi de R$ 38 milhões, quase R$ 10 milhões a mais do que o previsto.

O diretor-presidente da Trensurb, Humberto Kasper, previu à ZH que em breve a demanda deve chegar a 4 mil por dia, sem estabelecer um prazo. Com o atual preço da passagem, a estimativa é que o investimento se pague em 15 anos. 

A linha que faz a conexão da Estação Aeroporto do metrô ao Terminal 1 do Salgado Filho tem um trajeto de 814 metros que é percorrido em dois minutos.

O Aeromovel funciona por um sistema de propulsão pneumática, um método inventado pelo engenheiro gaúcho Oskar H.W. Coester no final dos anos 70. O meio de transporte chegou a ter um projeto piloto no centro de Porto Alegre a partir de 1983, mas a ideia não foi adiante.

Veja também

DIGITAL
e21 assume Trensurb nas redes

Presença online é alinhada ao conceito da recém lançada  campanha “Tudo na Vida São Conexões”.

SOFTWARE GAÚCHO
Aeromóvel monitorado por E3

Projeto com orçamento total de R$ 37,8 milhões inclui tecnologia gaúcha para gerir processos.

MOBILIDADE
Porto Alegre: poucos usam o Aeromovel

Nos primeiros 10 dias, 12 mil pessoas usaram o serviço, um número pouco representativo frente ao volume de passageiros do Salgado Filho.

INOVAÇÃO
NAGI da UFRGS busca empresas

Oficialmente lançado no dia 6 de maio, o Núcleo já trabalha com as empresas incubadas na Hestia e no CEI.

MOBILIDADE URBANA
Campos: convênio para aeromóvel

Recursos fazem parte dos R$ 50 bilhões para mobilidade urbana anunciados após as manifestações de junho de 2013.

SEGURANÇA
EUA proíbe dispositivos sem bateria em voos

Agentes de segurança do aeroporto poderão pedir aos passageiros que liguem seus aparelhos.

SMARTPHONES
Air France: NFC para embarque

Ao longo dos próximos seis meses, o aplicativo Touch & Pass será testado por passageiros.