A cadeira ficou vazia. Foto: divulgação.

Fábio Coelho, presidente do Google Brasil, e Michel Levy, que comanda a Microsoft no país, não compareceram na audiência pública marcada pela Comissão de Defesa do Consumidor, nesta quarta-feira, 17, em Brasília.

Os executivos foram convidados para tirar dúvidas dos parlamentares quanto à política de privacidade dos sites e ferramentas de busca, devido às recentes denúncias de espionagem de dados telefônicos e de e-mail de brasileiros feita pelo governo dos Estados Unidos, através de sua agência de segurança (NSA), com o suposto de gigantes como Yahoo, Microsoft e Google..

No entanto, conforme destaca a Agência Brasil, os integrantes da comissão ficaram aborrecidos ao receberem a negativa das multinacionais. O Google informou que seu presidente teria entrado em férias, enquanto a diretoria da Microsoft informou que está passando por um momento de transição.

A irritação dos congressistas resultou em manifestações inflamadas na comissão, como a do deputado José Carlos Araújo (PSD-BA), presidente da comissão e autor do requerimento para a audiência.

“Talvez vamos ter que transformar isso em uma CPI para apurar o caso, porque é uma coisa muito grave”, afirmou, esquecendo que na semana passada, o Senado já aprovara uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar tais denúncias.

Caso os deputados sigam o mesmo caminho, poderia ser realizada uma CPI mista entre as duas casas.