Adriana Oliveira, diretora de Recursos Humanos do Mercado Eletrônico.

O Mercado Eletrônico, especialista em soluções de comércio eletrônico B2B, acaba de instituir um comitê interno focado em diversidade, o Diverse ME.

O foco será em aumentar a diversidade de perfis de profissionais na empresa, incentivando a contratação de LGBTs e pessoas de diferentes etnias, além da participação de mulheres em cargos de liderança.

“Buscamos colaboradores que sejam diferentes e se sintam únicos em nossa empresa. Quando os colaboradores percebem que podem ser quem realmente são no ambiente de trabalho, sem pré-julgamentos, eles tendem a ficar ainda mais motivados”, resume Adriana Oliveira, diretora de Recursos Humanos do Mercado Eletrônico.

Iniciativas de responsabilidade corporativa ligadas ao tema diversidade, estão em alta entre as maiores empresas de tecnologia do país.

SAP e Vivo, por exemplo, fazem parte da Coalizão Empresarial a favor da Equidade Racial e de Gênero, um movimento organizado pelo Instituto Ethos com o objetivo de aumentar a participação de mulheres e negros em cargos executivos de grandes empresas do país.

A SAP conta com programas internos focados em integrar mais mulheres, gays e negros à equipe, o que em alguma medida também está em curso na HPE, Google, Dell, Oracle e IBM.

O Mercado Eletrônico, que é sediado no Brasil e tem cerca de 200 funcionários, tem um perfil um pouco diferente, o que mostra que a tendência indicada pelas grandes multinacionais está chegando também nas médias empresas nacionais.