FGV mostrou pouca mudança no mercado de ERP. Foto: Shutterstock

A SAP ganhou um pequeno pedaço do mercado de sistemas de gestão para pequenas empresas, passando de 10% para 11% na faixa das companhias com até 170 usuários.

É o que aponta o estudo anual sobre o mercado de TI feita pela Fundação Getúlio Vargas (EAESP-FGV). É o segundo ano de crescimento consecutivo da multinacional alemã nessa faixa, sempre com ganhos de um ponto percentual.

Os dois pontos foram ganhos em cima da Totvs, que caiu de 52% para 51% no ano passado e agora registrou mais uma queda, de 51% para 50%. Mesmo assim, a empresa ainda é a líder indiscutível desse mercado.

Provavelmente, os ganhos da SAP refletem a estruturação cada vez maior do canal focado no software Business One, focado em pequenas e médias empresas.

A base de empresas usuárias de B1 no país gira em torno de 6 mil, um número significativo (8% da base mundial do produto), mas pequeno frente ao tamanho potencial do mercado e aos 10 anos de presença da solução no país.

Para o restante do market share nesta faixa, nada se alterou nos últimos dois anos, com a Oracle (9%) e Infor (4%) compondo a briga ao lado de outras empresas de ERP, que tem uma fatia de 27% do bolo total.

De maneira geral, o levamento não mostrou grandes alterações no mercado de ERP. 

No segmento de empresas médias, de 170 a 700 teclados, a Totvs segue liderando com 40%, a mesma cifra do ano anterior. A SAP segue em segundo lugar, com 25%, mesma cifra do ano passado, assim como a Infor, com 4%. A Oracle perdeu um ponto, caindo para 16%. O segmento outros ganhou dois pontos, passando de 14% para 16%.

Já em meio às empresas maiores, com mais de 700 teclados, a SAP manteve a liderança, novamente com a mesma participação de 51%. A Oracle ficou na mesma, com 21%, assim como a Totvs, com 20% e a Infor, com 20%.