ABRADi quer saber seu cargo e salário. Foto: divulgação.

A Associação Brasileira de Agências Digitais (ABRADi), acabou de disponibilizar a terceira edição de sua pesquisa de cargos e salários do setor de agências digitais.

Realizada com agências digitais de todo o país, inclusive não associadas à ABRADi e suas entidades regionais, a pesquisa visa o mapeamento do desenvolvimento do mercado digital.

As agências interessadas em contribuir com o levantamento pode solicitá-lo pelo email abradi@abradi.com.br, ou responder o questionário neste link.

A pesquisa apurará informações relacionadas a faixas salariais, cargos e perfil dos profissionais que atuam no segmento, bem como os tipos de benefícios oferecidos pelas agências.

De acordo com o presidente da ABRADi-SC, Sandro Alencar Fernandes, espera-se que o número de participantes dessa edição supere em relação ao ano anterior, em todo o Brasil.

“É importante que todas as agências digitais participem, esta é uma forma de colaborar com o desenvolvimento do mercado através de informações e dados cada vez mais qualificados”, ressaltou.

Em 2012, a pesquisa indicou crescimento nas contratações de até duas vezes mais do que a média nacional do setor de serviços, bem como o aumento no faturamento médio por funcionário.

Outros números levantados na pesquisa foi o da quantidade de mulheres (34%) nas agências em relação aos profissionais do sexo masculino (66%), e do tamanho das empresas, em que a grande maioria (67%) são de pequeno porte, com 20 funcionários ou menos.

Outro dado interessante da pesquisa do ano passado foi o da faixa etária média dos quadros de funcionários.

30% dos profissionais tem idade abaixo até 24 anos, 56% tem de 25 a 28 anos, 12% de 29 a 35 anos e apenas 1% dos quadros tem funcionários com mais de 36 anos.