APORTE

Trocafone recebe US$ 15 milhões

17/11/2017 15:34

A empresa espera expandir sua operação, que hoje alcança Brasil e Argentina.

Guille Freire e Guillermo Arslanian.

Tamanho da fonte: -A+A

O Trocafone, portal para venda de eletrônicos usados, recebeu um aporte de US$ 15 milhões para expandir sua operação, que hoje alcança Brasil e Argentina.

A empresa já havia levantado US$ 7 milhões em uma rodada de investimento no ano passado. O novo aporte contou com recursos das companhias Callfort, MIT Castor Ventures Fund, FJ Labs, Rocketship, Mercado Libre Fund e outros investidores não revelados.

No portal, os usuários podem trocar seus telefones por vouchers que podem ser usados ​​em lojas de eletrônicos para comprar um novo aparelho. O Trocafone recebe os telefones, conserta e os revende com valor de 50% a 60% menor que o custo de um equipamento novo do mesmo modelo. 

A empresa também oferece opções de financiamento e uma garantia de três meses.

O portal tem parceria com as companhias Sony, Oi, iPlace, Samsung e LG.

A startup foi criada por dois argentinos - Guille Freire e Guillermo Arslanian - que decidiram abrir o negócio primeiro no Brasil por conta do potencial do mercado local.

No final de 2015, a Trocafone abriu na Argentina e divulgou o objetivo de estar na Colômbia, Peru e Chile até 2017 - o que ainda não aconteceu.

Veja também

LOGÍSTICA
CargoX recebe aporte de R$ 66 milhões

O principal investimento na rodada foi feito pela Goldman Sachs.

MESSENGER
ChatClub lança bot do Neymar

Os mais de 60 milhões de seguidores do jogador poderão utilizar recursos como chat em grupo e quiz.

HRTECH
Revelo levanta R$ 14 milhões

Empresa afirma ser uma das maiores HRtechs do mercado brasileiro. 

INVESTIMENTO
Cotexo capta R$600 mil via EqSeed

Esse foi o mais alto valor captado por uma só empresa até o momento por meio da plataforma.

CAPITALIZADA
Neoway capta mais dinheiro

A captação foi feita com o Temasek, com sede em Cingapura. 

AGRONEGÓCIO
Monsanto e BR Startups investem na Tbit

A startup de análise de imagem que atua no agronegócio brasileiro receberá R$ 1 milhão.