Oi desenvolve aplicativo que integrará os acessos fixos e de celular sobre a rede de banda larga móvel.

A Oi tem em seu plano estratégico um projeto de massificação dos acessos por VoIP. A informação foi passada durante a apresentação do presidente da Oi, Bayard Gontijo, na Futurecom, e divulgada pelo MobileTime.

Gontijo não deu mais detalhes sobre esse plano, mas o site apurou que a Oi trabalha em um projeto de desenvolvimento de um softphone, um aplicativo para celular que integrará os acessos fixos e de celular sobre a rede de banda larga móvel. 

Trata-se de um projeto semelhante ao que já está sendo comercializado pela GVT. 

A ideia é que, por meio do celular e do aplicativo, as chamadas para números fixos possam ser roteadas para o celular. 

O produto é para uso residencial, não apenas corporativo. Tecnologicamente, o projeto está em fase de ajustes finais, segundo fontes ouvidas por TeleTime, mas o produto ainda precisa ser formatado e ainda não há uma data de lançamento.

A assessoria da Oi não deu detalhes. 

Por meio de nota, explicou apenas que "a Oi é a única operadora com presença de rede fixa em nível nacional em mais de 4.900 municípios. Nesse sentido, a companhia considera fundamental a utilização de voz sobre IP (VoIP) em sua rede, com a tecnologia IMS”. 

A empresa ainda afirmou que esta estratégia permite à Oi hoje viabilizar a modernização da planta de equipamentos de comutação de voz fixa, a introdução de ofertas convergentes com fibra GPON/FTTH, assim como a oferta de novos serviços VoIP corporativos IP Centrex e SIP trunking. 

“A estratégia de uso do IMS é também imprescindível para viabilizar a introdução de voz sobre IP nas redes 4G (VoLTE)", conlclui o comunicado.