PROJETORES

Epson: US$3 mi no Polo de Manaus

17/10/2014 09:19

A produção em Manaus vai representar 40% do volume de vendas anual da empresa.

André Vaz, diretor de Operações e Finanças da Epson do Brasil. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

Para expandir sua presença no Brasil, a Epson começa a produzir Vídeo Projetores no Polo Industrial de Manaus (PIM). A abertura da unidade contou com investimento de US$ 3 milhões.

A Epson optou por uma parceria com a empresa americana Jabil, estabelecida em Manaus desde 2002, que será responsável pela produção do equipamento. 

A Epson realizará, em conjunto, a gestão da produção, sob a supervisão de engenheiros japoneses.

Segundo a empresa, o principal objetivo é aumentar a eficiência e produtividade através da redução de custos e aumento na agilidade da distribuição dos produtos para os seus clientes.

“Como consequência, queremos ampliar a participação de mercado da Epson nesse segmento, que já é de 50%”, destaca André Vaz, diretor de Operações e Finanças da Epson do Brasil. 

Dois modelos de projetores serão inicialmente produzidos em Manaus: PowerLite X21 e  Powerlite S17, voltados ao mercado corporativo (pensados para salas de reunião, salas de aula, eventos, entre outros). 

“A abertura dessa unidade de produção no PIM impulsionará o consumo dessa linha de produto no mercado brasileiro, pois os produtos estarão disponíveis nas lojas mais rapidamente do que o importado e com maior competitividade”, espera Vaz. 

A produção em Manaus vai representar 40% do volume de vendas anual da empresa, e a expectativa é atingir até 70% em dois anos.

As vantagens comparativas e o apoio operacional oferecidos pelos Governos Federal e Estadual às empresas que se instalam no PIM foram determinantes para a decisão da companhia em aumentar a produção no Brasil, segundo o diretor. 

O faturamento das empresas incentivadas do Polo Industrial de Manaus (PIM) chegou a R$ 47,695 bilhões entre janeiro e julho de 2014. 

O segmento eletroeletrônico e de bens de informática apresentou maior faturamento, segundo a Suframa. Foram R$ 24,294 bilhões, um crescimento de 13,38% em relação ao ano anterior. 

A Epson do Brasil é subsidiária do grupo japonês Seiko-Epson Corporation. O grupo possui mais de 75 mil colaboradores distribuídos em 97 empresas localizadas em todo o mundo. 

No Brasil, a Epson iniciou suas operações em 1984 e, em 1997, inaugurou fábrica em Barueri, ocupando uma área de 19 mil m² onde produz as impressoras jato de tinta tipo EcoTank, impressoras matriciais, impressoras fiscais e cartuchos de tinta para impressoras de jato de tinta.

Veja também

WEARABLES
Smart Glass da Epson por US$ 700

O Google Glass, produto de mesmo estilo, custa US$ 1,5 mil.

EXTENSÃO GRATUITA
Samsung: curso gratuito no Ocean Manaus

O Brasil é o primeiro país, além da Coreia do Sul, a sediar o Ocean. 

SOLUÇÃO
Whirlpool: experiência de cliente com Algar

Com a implantação, empresa aumentou quantidade de contatos realizados com clientes.

SÃO CARLOS
Airship: R$ 200 mi em fábrica de dirigíveis

Os primeiros pedidos de dirigíveis já foram feitos pela Eletronorte, que receberá os produtos em 2016.