Foto: flickr.com/photos/memorias-do-pac

Quatro empresas das áreas de educação, comunicação e tecnologia lançam uma aceleradora com o objetivo de ajudar novos negócios, a Pipa.

O projeto é uma parceria da Cria, uma consultoria especializada em criação de modelos de negócios; a Tátil, especializada em branding e design; a Engage, incubadora de projetos de tecnologia; e a Perestroika, escola de comunicação e empreendedorismo.

Entre os sócios da equipe – oriundos das quatro empresas – a Pipa conta com executivos com experiência de investimentos em tecnologia, como Tiago Mabilde e Everson Lopes.

Mabilde foi fundador de várias empresas, entre elas iVirtua, de Montenegro, da qual saiu após ter a sua participação comprada pelo sócio em um negócio que não teve valor aberto, mas que ficou acima de R$ 1 milhão.

Já Lopes é um dos sócios diretores da IdeiasNet, fundo de capital de risco com participação em 12 empresas da área de tecnologia. O profissional também inovação e novos negócios na BuscaPé, hoje um dos consolidadores do mercado digital brasileiro, durante 5 anos.

Os valores que serão destinados ao projeto não foram revelados.

O INÍCIO
A empresa selecionará cinco negócios que tenham projetos com foco em gerar valor financeiro e preocupação social e ambiental.

A Pipa garante apoio aos empreendedores oferecendo soluções em branding, estratégia, marketing, tecnologia, design e engajamento.

Para isso, semanalmente a aceleradora prestará consultoria, promoverá eventos de networking e oferecerá um espaço de co-working.

Em parceria com a Perestroika, também foi criado um programa educativo com conteúdos que envolvem empreendedorismo e sustentabilidade.

Com sede no Rio de Janeiro e um escritório em Porto Alegre, os trabalhos serão realizados em um ciclo beta, com duração de cinco meses, e segue com ciclo completo, cuja previsão é de oito meses.

Projetos de outros estados também podem participar, mas durante o período do programa terão que ficar no Rio de Janeiro, com ajuda de hospedagem.

Os interessados no programa podem se inscrever gratuitamente no site. Na primeira fase, será feita uma triagem dos programas que se encaixa ou não no Pipa.

A segunda etapa contará com entrevistas pessoais e encontros na sede.