Randon adota iTransport. Foto: divulgação.

A Randon, com o objetivo de otimizar a mobilidade de seus funcionários, adotou a plataforma iTransport, com a consultoria da mineira HTP Solutions.

A solução foi implementada em seis unidades na região de Caxias do Sul, na serra gaúcha, no segundo semestre do ano passado e passou a gerenciar o transporte de seus funcionários por ônibus fretado.

Conforme explica a HTP, o ITransport identifica os passageiros em uma determinada região e elabora rotas otimizadas, assim como identifica quantos e quais são os passageiros que estão dentro do veículo.

Além do controle de rotas e dos passageiros, ele possibilitou à empresa identificar em tempo real onde está o ônibus, se ele está em locomoção ou parado, registrando o horário e trecho por onde o veículo passa e avaliando as condições do trânsito de um determinado trajeto.

Com o novo sistema de gerenciamento, a empresa teve uma redução média de 28% (correspondente a R$2,5 milhões por ano) com a implantação. Antes disso, a empresa tinha uma despesa de aproximadamente R$ 14,5 milhões ao ano.

De acordo com o gerente executivo do Centro de Serviços Compartilhados da Randon, Carlos Roberto Arins do Nascimento, o software auxiliou com dados analíticos para saber melhor sobre o transporte de seus cerca de 4 mil funcionários, reduzindo o número de rotas de 176 para 144.

"O sistema nos possibilita definir a quantidade de ônibus a serem escalados, 80% mais rápido que anteriormente. Além disso, permite realizarmos a roteirização dos funcionários e determinarmos para o prestador de serviço quantos ônibus serão necessários para atender determinada demanda”, explica Nascimento.

Além disso, a automatização via software tirou dos motoristas a necessidade de controlar dados dos passageiros, com informações em planilhas.

"Esse controle funcionava através de planilhas em Excel. Agora é possível  monitorarmos os veículos de forma online controlando se os roteiros estão sendo cumpridos e os horários mantidos, bem como o controle de usuários pagantes e não pagantes”, destaca o gerente.

A adoção do iTransport faz parte de um grande investimento que a Randon está realizando em sua organização de TI no último ano.

No início do ano, a companhia adotou a ferramenta de Business Intelligence QlikView para fazer análises de cenários dentro dos departamentos de manufatura e logística das empresas do grupo.

Inicialmente, foram adquiridas 25 licenças do produto, em um projeto com implementação da iMaps, parceira da QlikTech sediada em Porto Alegre. Foram avaliadas também a solução da Tableau Software e SAP Lumira.

Meses depois, a Pelissari, parceira da SAP sediada em Curitiba, assumiu o contrato de gerenciamento de aplicações do sistema de gestão da Randon para os níveis dois e três.

O nível dois inclui atividades de suporte a negócio e o três a configuração do ERP da SAP. Com o contrato, fechado no começo de março, 16 colaboradores do grupo gaúcho responsáveis pelo nível dois foram contratados pela Pelissari e estão trabalhando na filial da empresa em Caxias do Sul.

O grupo Randon controla oito negócios nos segmentos de implementos rodoviários, ferroviários, veículos especiais, autopeças, sistemas automotivos e serviços.

Nos dois últimos anos, a empresa vem sentindo os efeitos da contratação da economia, mas ainda assim é um dos grandes grupos industriais do país.

O faturamento esperado para 2015 é de R$ 4,4 bilhões, uma queda de 21% frente aos resultados de 2014.