Régis Daniel Oliveira e equipe da Ion Sistemas.

Régis Daniel Oliveira, ex-CTO e um dos fundadores da goiana Máxima Sistemas, acaba de lançar a Ion Sistemas, uma startup dona de um sistema de automação de força de vendas mobile baseado na nuvem.

O software funciona integrado ao ERP Winthor, da PC Sistemas, líder no segmento atacadista-distribuidor, com uma participação de mercado estimada em 33%.

“A maioria dos sistemas de forças de vendas disponíveis hoje no mercado são complicados de usar e implantar”, cutuca Oliveira.

Oliveira conhece o mercado. A Máxima também atua com automação de força de vendas em cima da base Winthor. Em 2013, a empresa afirmava já atender a 42% dos clientes da PC Sistemas no país e com planos de chegar a 60% até o final do ano passado.

O software da PC Sistemas era usado por 3 mil clientes no começo de 2013. A empresa havia faturado R$ 52 milhões em 2012. 

A Ion tem a meta de fechar o primeiro ano de atuação com R$ 1 milhão de faturamento. A Máxima fechou 2014 com faturamento de R$ 9,9 milhões e projetava chegar ao final de 2015 na casa dos R$ 15,4 milhões.

A Totvs adquiriu a PC Sistemas no começo de 2013 por R$ 80 milhões, mais R$ 15 milhões relacionados ao cumprimento de metas. 

No final de 2013, a Totvs integrou a sua solução de gestão de Recursos Humanos Eficaz RH ao Winthor.

Nada impediria a gigante brasileira de ERP de oferecer outras soluções, incluindo automação de força de vendas, para a base da PC.

Talvez por issso mesmo, o empresário frise sua intenção de ir além do Winthor. O novo software é desenvolvido em tecnologia da Microsoft e hospedado na Amazon.