Marco Santos.

A multinacional alemã de tecnologia para o setor financeiro Grupo GFT abriu seu segundo centro de desenvolvimento no país em São Paulo.

Até agora, a cidade tinha apenas um escritório comercial na capital paulista. O primeiro centro de desenvolvimento foi aberto em 2006, em Sorocaba, no interior de São Paulo.

O novo centro de desenvolvimento de sistemas expandirá a prestação de serviços para os bancos brasileiros, além de apoiar o aumento da demanda por projetos para o setor financeiro dos Estados Unidos.

“A operação brasileira da GFT vem crescendo muito nos últimos dois anos, estamos trabalhando  em projetos para as áreas de cartões, seguros, mercado de capitais, demandas regulatórias, além da exportação de serviços para os Estados Unidos”, explica o country managing director da GFT Brasil, Marco Santos.

A GFT não divulgou quantas contratações foram ou serão feitas no futuro para o novo centro, apenas que tem 230 funcionários entre as duas cidades.

Em maio de 2012, eram 160 colaboradores no país. Naquele ano, a empresa divulgou a meta de chegar a 2014 com 500 funcionários.

De qualquer maneira, a empresa está aumentado em nível mundial. Em 2013, o headcount global subiu 52%, para 2,111.

A GFT faturou € 264 milhões no ano passado, uma alta de 15% frente aos resultados de 2012.

O resultado representa uma recuperação frente aos resultados de 2012, quando o faturamento caiu 16%, para € 230 milhões, abaixo da meta estabelecida de € 250 milhões.