Empresas investindo fora para desenvolver suas estratégias mobile. Foto: divulgação.

A companhias estão cada vez mais investindo em agências digitais para conduzir suas estratégias de BYOD, em vez de desenvolver soluções internamente com seus departamentos de TI. A constatação é da consultoria Forrester, que destacou que as agências constituem de 40% a 50% das equipes de design de projetos móveis.

Conforme destaca a consultoria, uma das principais razões é que boa parte dos times de TI das empresas não contam com competências e os conhecimentos na área mobile que as agências digitais possuem.

Entre estes conhecimentos estão áreas como experiência do usuário (UX), design de middleware móvel e entrega de aplicativos, destaca a Computerworld.

Os gastos das companhias com desenvolvimento mobile externo variam variam de US$ 217 mil para cada aplicativo móvel e US$ 358 mil para um aplicativo de tablet.

No entanto, como oberva a Forrester, este quadro não deve mudar tão cedo. Para completar, apenas 17% dos gestores de TI consideram o investimento em profissionais de TI focados em mobile em seus planos para 2013.

Em um quadro mais geral, o buraco é mais embaixo ainda. De acordo com a pesquisa, 57% dos decisores de TI afirmam que a construção de uma estratégia abrangente móvel é uma baixa prioridade ou não está na agenda da área para 2013.

Para o analista da Forrester e auto do relatório, Nigel Enwick, é hora de os CIOs acelerarem e conduzirem uma estratégia de engajamento móvel para ajudar os negócios e os líderes de TI a serem mais eficientes.

Entre as medidas que podem contribuir para este engajamento estão a criação de um centro móvel de excelência, agregando orçamentos de projetos de infraestrutura e gestão de projetos internamente.

"Os CIOs devem posicionar a TI para colaborar com o desenvolvimento de produtos e profissionais de marketing para identificar as oportunidades que surgem como parte da estratégia de negócios da empresa digital", frisa Fenwick.