UNICÓRNIO

Olist capta R$ 1 bilhão

16/12/2021 06:27

Com novo aporte, plataforma de e-commerce entra em clube exclusivo.

Todos querem o seu unicórnio. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

O Olist, uma plataforma de e-commerce voltada para pequenos varejistas, acaba de captar US$ 186 milhões de fundos de investimento, algo na casa do R$ 1 bilhão pelo câmbio de hoje.

Com o investimento, o Olist passa a ter um valor de mercado de US$ 1,5 bilhão, atingindo assim o almejado status de empresa unicórnio, com um valor de mercado acima de um bilhão de dólares.

A grife de unicórnio ainda é para poucos no Brasil, mas o grupo está crescendo.

De acordo com o Distrito, ecossistema independente de startups, existem apenas 11 unicórnios no Brasil: Unico,  99, Nubank, iFood, Gympass, Loggi, QuintoAndar, Ebanx, Wildlife, Loft e VTEX.

A rodada, a quinta já recebida pelo Olist (uma “série E”, no jargão dos investidores) foi pela Wellington Management, uma gigante com mais de US$ 1 trilhão em ativos que está dando os primeiros passos na América Latina. 

Também participaram da rodada o SoftBank, Corton Capital, Valor Capital, Goldman Sachs, Globo Ventures e o investidor Kevin Efrusy.

Há menos de um ano, o Olist já tinha feito uma captação de R$ 450 milhões com o SoftBank e Goldman Sachs.

De lá para cá, o Olist fez quatro aquisições: a empresa de social commerce Clickspace; a logtech PAX; a VNDA, uma plataforma de criação de e-commerces; e a Tiny ERP, de software de gestão.

Fundada em 2015 em Curitiba, a Olist funciona como uma camada de inteligência entre os pequenos lojistas e marketplaces como Mercado Livre e B2W, permitindo que eles sejam melhor ranqueados nas buscas e compitam em condições mais justas com os grandes vendedores.

O Olist atende 45 mil clientes, entre pequenos varejistas e marcas independentes. A meta é adicionar outros 100 mil até o final do ano que vem, aumentando o faturamento da empresa em mais de três vezes.

Veja também

E-COMMERCE
Olist compra Tiny e Vnda

A paranaense chega a quatro aquisições após o aporte de R$ 310 milhões do Softbank.

SEGURANÇA
Webmotors procura falhas com BugHunt

Com a solução, a empresa passa a recompensar hackers por bugs encontrados em seus serviços.

E-COMMERCE
Shopper recebe aporte de R$ 170 milhões

Rodada série C, a segunda da empresa este ano, foi liderada pelo fundo soberano de Singapura.

CVC
Locaweb vai investir R$ 100 mi em startups

Investidas poderão ser compradas pela companhia, que tem estratégia agressiva de aquisições.

E-COMMERCE
Nuvemshop anuncia fundo R$ 55 milhões

Em 2022, a companhia vai investir em empresas localizadas no Brasil, México e Argentina.

TELECOM
TIM cria diretoria de e-commerce

Operadora viu tráfego da sua loja virtual crescer 110% nos últimos dois anos.