Twitter aposta na TV para bombar. Foto: reprodução.

O Twitter está obstinado a valorizar o seu nome para o IPO em Wall Street, no qual tem a intenção de levantar cerca de US$ 1 bilhão. Para isso, os executivos estão apostando em parceiros como a televisão para fazer seu cartaz.

Segundo matéria da PC World, a rede social de mensagens curtas dedicará um foco importante para publicidade e conteúdo promovido em torno da televisão.

"O Twitter torna a TV melhor, e a TV torna o Twitter melhor", afirmou Kevin Weil, VP de produtos do Twitter, durante palestra em um evento sobre publicidade digital em San Francisco, nos EUA.

Entre os produtos do Twitter voltados à TV estão o ad targeting, que permite aos anunciantes colocarem tuítes nos feeds dos usuários quando eles publicarem algo sobre TV e o Amplify, que insere vídeos com anúncios de emissoras selecionadas.

"Nós realmente acreditamos que o Twitter e a TV são plataformas complementares, e que podemos tornar a experiência da TV melhor com o Twitter", afirmou Weil.

Segundo analistas, com a proposta de se tornar uma plataforma de "segunda tela" para a programação tradicional de TV, o site tem o potencial de engajar mais usuários com publicidade.

Para os fãs de televisão, o Twitter ainda é uma ferramenta popular para comentar os programas. Resta o Twitter saber canalizar este movimento, afirma o analista Zack Miners, do PC World.

"Dados recentes da Nielsen apontam que o Twitter pode estar no caminho certo. Nos últimos dois anos, a maioria dos norte-americanos usam o Twitter para falar sobre programas televisivos", observou Miners.

Segundo a rede social, produtos como o ad targeting e o Amplify são primordiais para garantir lucro nos próximos anos. A publicidade respondeu por 85% das vendas do Twitter em 2012.

Em 2012, a empresa registrou uma receita de US$ 317 milhões, quase o triplo em relação a 2011. Mesmo assim, não foi o suficiente para que a empresa fechasse o ano com um prejuízo de US$ 79 milhões.