Ricardo Russowsky e Cezar Miola durante o lançamento.

As Associações Comerciais, Industriais e de Serviços vão controlar os gastos das prefeituras gaúchas através do monitoramento das despesas publicadas nos portais de transparência, agora obrigatórios por lei para muncípios com mais de 10 mil habitantes.

A Federasul e Tribunal de Contas do Estado (TCE) assinaram um termo de cooperação nesta quarta-feira, 15, por meio do qual técnicos do TCE uma série de seminários regionais nas sedes das associações comerciais e industriais do estado para capacitar os associados no uso das ferramentas.

A primeira cidade a receber um evento será Erechim. A expectativa de que até o final de 2012 o projeto alcance um terço das 235 associações existentes nas principais cidades gaúchas.

“As ACIs possuem uma forte atuação nas comunidades e poderão participar ativamente do controle dos gastos públicos, promovendo a qualificação e a formação dos moradores”, afirma o presidente da Federasul, Ricardo Russowsky.

É o primeiro convênio do tipo assinado pelo TCE com uma entidade do meio empresarial.

“Ninguém controla o que não conhece. É preciso informação”, acredita o presidente do TCE, Cezar Miola, destacando que o Tribunal está aberto a fechar parcerias do tipo com outras entidades do meio empresarial.