INTERAÇÃO

Linkedin testa stories no Brasil

16/04/2020 15:21

Com 40 milhões de usuários na rede social, país é o primeiro a receber funcionalidade.

Novidade também poderá ser usada por marcas nas próximas semanas. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

O Linkedin escolheu o Brasil para testar o Stories, sua nova funcionalidade que segue a tendência de outras redes sociais, como SnapChat, Instagram e Facebook.

De acordo com o site CanalTech, a novidade, que já está disponível para usuários, também poderá ser usada por marcas ao longo das próximas semanas.

O LinkedIn Stories permite que usuários da rede compartilhem vídeos de até 20 segundos, possibilitando a inserção de textos e adesivos/figurinhas.

Como de praxe em outras redes que apresentam a mesma funcionalidade, os posts ficam no ar por 24 horas, sendo apagados depois desse período. 

Além da publicação do conteúdo, o autor da postagem poderá ver quem a visualizou, enviá-la a remetentes específicos ou apagá-la.

As conexões de primeiro grau e seguidores do autor do post poderão responder ao story por mensagem direta, a ser atrelada à ferramenta InMail da rede social, com a possibilidade também de denunciar conteúdos abusivos ou que fujam às diretrizes do LinkedIn.

“Estamos muito felizes em anunciar que o Brasil é o primeiro a receber essa nova funcionalidade. Testar o LinkedIn Stories no Brasil também leva em conta a nossa mundialmente famosa criatividade e é uma maneira para dar e receber ajuda nas nossas comunidades profissionais”, afirmou Rafael Kato, editor-chefe do LinkedIn na América Latina, ao CanalTech.

O país tem mais de 40 milhões de usuários na rede social e é o terceiro maior produtor de conteúdo em vídeo na plataforma.

Ainda de acordo com a publicação, as próximas semanas devem trazer novos recursos à ferramenta, como menções a perfis. 

Ao contrário do que se vê no Instagram Stories, por exemplo, não será possível postar links na ferramenta do LinkedIn nesse primeiro momento.

Veja também

ANDROID
Caixa tem quatro dos cinco apps mais baixados no Brasil

Líder é aplicativo para auxílio emergencial e o único “infiltrado” na lista é o chinês TikTok.

ZOOMBOMBING
Cuidado ao fazer um evento no Zoom

Trolls estão invadindo eventos públicos na plataforma e veiculando pornografia.

OPS
General Heleno publica RG e CPF no Twitter

Internautas afirmam ter assinado Globoplay com os dados do ministro do GSI.

GRUPOS
Facebook lança aceleradora de comunidades no Brasil

Serão investidos até US$ 3 milhões em até 80 participantes de 13 países.

BOMBANDO
Linkedin: segurança e Salesforce em alta

Rede social lançou lista de 15 profissões em alta para 2020 no Brasil. 

PRIVACIDADE
LGPD: uma preocupação ou uma oportunidade?

Todos devem estar em compliance com a lei. Alguns poucos podem fazer disso também uma oportunidade. 

INVASÃO?
Huawei tem madrugada estranha no Twitter

 A conta da empresa fez publicações criticando a black friday e provocando a rival Apple.

NOVELA
Procon-SP notifica Terra

Serviços como e-mail parecem continuar instáveis.

COMPORTAMENTO
Sociedade digital: fato ou fake?

Na era da sociedade digital, a distância tornou-se opcional.

TENDÊNCIA
Parem de gourmetizar o empreendedorismo

Ser "founder and CEO" é a bola da vez.