Quando a luz dos olhos seus encontra os algoritmos meus, então é fácil te identificar. Foto: Pixabay.

O Itaú adotou uma solução de reconhecimento facial para aprimorar a segurança nas operações de financiamento de veículos.

A novidade estará disponível para os mais de 10 mil pontos de venda em que o Itaú está presente a partir abril de 2019.

Em nota, o Itaú não chega a revelar quem é o fornecedor da tecnologia. Questionado pela reportagem, o banco diz que não abre a informação, o que é um procedimento comum em bancos, que gostam de fazer mistério sobre esse tipo de coisas.

Uma empresa que tem boas chances de ser o fornecedor misterioso é a FullFace, uma das startups líderes nesse segmento.

Em setembro do ano passado, quando recebeu um aporte de R$ 5 milhões de um fundo, a FullFace divulgou uma lista de clientes que incluía o Itaú, além de Gol, Serasa e Motorola.

Mas também é possível que a FullFace tenha entregue um projeto menor, ou mesmo uma prova de conceito e que o Itaú tenha contratado outro fornecedor para esse projeto em particular.

Um dos players mais importantes do setor é a Acesso Digital, que deu recentemente um passo importante ao fechar um acordo com SPC, que possibilitará a captação de grandes volumes de rostos. 

Com o contrato, o SPC pode oferecer a tecnologia para os seus clientes com o nome SPC Reconhecimento Facial. A meta é cadastrar cerca de 3 milhões de faces no primeiro ano de operação. 

O Itaú também pode ter feito o projeto ele mesmo, com base em tecnologias disponíveis para tanto de fornecedores como a Microsoft.

COMO FUNCIONA 

Todo processo de concessão de crédito automotivo feito nas concessionárias e lojas parceiras conta com uma plataforma do Itaú em que o cliente preenche seus dados em conjunto com o lojista e realiza o envio de documentos para solicitar o financiamento junto ao banco.

A tecnologia utilizará os dados já fornecidos pelo cliente para validar a formalização do contrato, sem impactos na agilidade do processo existente. 

Logo após o envio das informações preliminares, o cliente será contatado automaticamente pelo Itaú via e-mail e SMS com instruções para que possa ativar o sistema de câmera de seu celular e capturar uma foto instantânea que ajudará a validar a concessão de crédito.

A principal finalidade da nova ferramenta será assegurar que não aconteça nenhum tipo de fraude de manipulação de documentos durante o processo.