Sérgio Pilla. Foto: divulgação.

O Grupo GFT, fornecedor global de soluções de TI para o setor financeiro, anunciou a contratação de Sérgio Pilla como Head de Recursos Humanos para América Latina e Production Services Unit.

Ex-gerente de projetos na Cognizant, consultoria internacional de TI, Pilla chega, de acordo com a GFT, para ajudar a administrar o crescimento da marca no Brasil, que nos últimos três anos triplicou o número de funcionários.

"Tenho ainda como atribuição gerenciar a retenção de talentos, mobilizando o capital humano para fazer com que a GFT continue a crescer e conquiste destaques dentro da área de TI", acrescenta ele.

Além disso, a GFT adquiriu recentemente a empresa britânica de consultoria Rule Financial, que, por deter uma grande operação na Costa Rica, potencializou os projetos no mercado latino-americano.

Como Production Services Unit (PSU), o foco principal de Pilla é garantir a utilização eficaz dos recursos da empresa. A área tem como foco também a criação e manutenção de grupos técnicos específicos para auxiliar os times de projetos no desenvolvimento de suas tarefas.

“Devido ao crescimento da companhia, meu principal foco é formar e consolidar equipes comprometidas com as estratégias e metas da GFT, utilizando ferramentas adequadas nos processos seletivos, atividades de treinamento para o aperfeiçoamento e desenvolvimento profissional”, pontua o executivo.

Com a aquisição da Rule Financial, um dos maiores desafios será a integração destes novos recursos à GFT, afirma o novo head de RH.

“Manter uma utilização constante e completa dos profissionais latino americanos será um processo desafiador, pois teremos diferentes culturas trabalhando em conjunto”, destaca Pilla.

Com 18 anos de carreira na área de sistemas e processos em instituições financeiras multinacionais e consultoria de TI, com passagens por empresas como Cognizant Technology, TCS e BankBoston, Pilla é formado em Ciência da Computação pela Universidade Federal de São Carlos com MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas, além de possuir certificações em PMI, ITIL, COBIT e CSM.

Em seus resultados não auditados para o exercício de 2014, divulgados em janeiro, o grupo GFT destacou um aumento de 38% na receita, atingindo uma receita € 365,32 milhões durante o ano.