"Aguenta aí, pingo, que vou conferir meu e-mail". Foto: flickr.com/photos/bombeador.

A fama de bairrista do gaúcho deve chegar até nas URLs dos sites. Quem aposta nisso é a startup Registro.rs, que lançará em novembro um serviço de registro de domínio e email exibindo a sigla do Rio Grande do Sul.

A iniciativa é dos sócios Tiago Batista e Claudionor Ventura Oliveira, empresários de TI em Passo Fundo, e será lançada durante os dias 15, 16 e 17 de novembro, durante o 28º Encontro de Arte e Tradição Gaúcha (Enart), em Santa Cruz do Sul.

A ligação com o Enart - o maior evento tradicionalista gaúcho depois da Semana Farroupilha, que reúne cerca de 70 mil pessoas - tem seu motivo: o projeto tem a chancela do Movimento Tradicionalista Gaúcho, que emprestou sua marca para chamar a atenção das empresas e público para o serviço.

No portal do registro.rs o usuário poderá cadastrar seu endereço eletrônico, contratando o domínio nos mesmos moldes que é feito em sites como o registro.br, com pagamento via mensalidade.

O final .rs pertence à Sérvia. Este caso lembra outros domínios nacionais que acabaram sendo usados por outros lugares ou segmentos.

Um caso é o do minúscula ilha de Tuvalu, na Polinésia, que tem cerca de 10 mil habitantes e em 2010 somava 22 mil registros, a maioria de sites ligados a emissoras e produtoras de televisão.

Para bombar entre os internautas e empresas gaúchas, Batista acredita que o bairrismo pode ser um incentivo, mas existem outros motivos mais lógicos que devem movimentar o negócio.

"No início do projeto, há cerca de quatro anos, fizemos um levantamento observando diversos sites criados no estado e vimos que muitos deles contam com o "rs" junto ao nome da empresa ou separado por um hífen. Com o registro.rs, queremos atingir este público", afirma.

No caso dos e-mails, o apelo é mais popular. Para isso, a empresa já registrou cerca de vinte domínios como @colorado.rs, @tricolor.rs, @bagual.rs, entre outros, que serão oferecidos para os clientes de conta de email, que terá capacidade ilimitada.

Até o final do ano, a expectativa da empresa é registrar mil sites e ter 2,5 mil clientes de e-mail. Para suportar esta operação, a empresa conta com sete funcionários, e deve contratar mais nos próximos meses para reforçar a parte de atendimento e pós-vendas.

Embora não conte com uma estrutura própria de hospedagem, Tiago afirma que a empresa alocou um data center dedicado e local para o abrigar o serviço.

É o meu Rio Grande do Sul, céu, sol, sul e URL.