Compesa vai com ERP da IFS. Foto: divulgação.

A Companhia de Saneamento do Estado de Pernambuco (Compesa), que atende 172 municípios e 1,65 milhão de consumidores, implementou 14 módulos do ERP da IFS.

Com o sistema da multinacional, a Compesa integrou as áreas de suprimento, distribuição de material, projetos, manutenção, viagens e prestação de contas, fiscal, financeira, contabilidade, orçamentos, contratos, folha de pagamento, informações gerenciais, documentos, RH, além de medicina e segurança do trabalho.

No total, a estatal investiu R$ 7 milhões desde 2008 e agora apenas finaliza os ajustes nos módulos de Recursos Humanos e Medicina e Segurança do Trabalho, os últimos a serem implementados.

Para o diretor de gestão corporativa da Compesa, Carlos Eduardo Maia, era preciso um software de gestão integrada que garantisse o crescimento estruturado e o gerenciamento das obras de engenharia e de manutenção e melhoria de infraestrutura.

"O principal diferencial é o fato de possuir um suite de componentes muito abrangente atendendo a todo o ciclo de vida dessas operações, além de contar com uma solução em plataforma única com tecnologia de ponta e mobilidade para o atendimento de serviço de campo", enfatiza o executivo.
 
De acordo com Maia, outro desafio era gerenciar a manutenção de peças e uma logística complexa entre processo de compra e reposição em todo o estado, além da melhoria da infraestrutura atual, com obras que hoje são estimadas em R$ 3 bilhões.

Atualmente com 3.600 funcionários, cerca de 800 funcionários da companhia utilizam o sistema da IFS, em todos os 172 municípios de atuação.

"Em 2007, o faturamento da Compesa era de R$ 500 milhões. Em 2013, passará de R$ 1,1 bilhão. As obras de manutenção e infraestrutura representavam algo em torno de R$ 200 milhões e agora, em 2013, chegam a R$ 3 bilhões",  afirma Maia.