LANÇAMENTO

Vem aí o pagamento via WhatsApp

15/06/2020 09:54

Começando pelo Brasil, aplicativo permitirá transferir dinheiro e pagar por produtos e serviços.

Empresas poderão ser pagas com cartões de débito ou crédito. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

O WhatsApp agora terá a função de pagamentos no Brasil, com a qual será possível transferir dinheiro para os contatos, além de pagar por produtos e serviços de empresas. O recurso deve ser disponibilizado gradualmente nas próximas semanas.

Inicialmente, será possível usar cartões de débito ou crédito do Banco do Brasil, Nubank e Sicredi nas bandeiras Visa e Mastercard, em parceria com a Cielo. O modelo é aberto para novos bancos no futuro.

As transferências entre pessoas poderão ser feitas com cartões de débito ou combo suportados, sem a possibilidade de cartões de crédito. Será possível enviar até R$ 1 mil por transação e receber 20 transações por dia com um limite de R$ 5 mil por mês. 

Já o pagamento para as empresas pode ser efetuado tanto com os cartões de débito quanto os de crédito, sem limite de valor.  Nas transações de débito, o comerciante receberá o valor da venda em um dia e, nas transações de crédito, em dois dias.

Somente transações dentro do Brasil e na moeda local serão autorizadas e os consumidores são isentos de taxas ao realizar transferências ou compras.

Os pagamentos via WhatsApp são ativados pelo Facebook Pay para que, no futuro, as pessoas e empresas possam usar os mesmos dados de cartão em toda família de aplicativos do Facebook. 

Segundo a empresa, as transferências e pagamentos são protegidos por várias camadas de segurança, como o PIN do Facebook Pay ou a biometria em dispositivos compatíveis.

O Brasil é o primeiro país a receber a funcionalidade e o WhatsApp pretende expandir os pagamentos para outras localidades em breve.

“Estamos muito animados por disponibilizar os pagamentos no WhatsApp aos nossos usuários em todo o Brasil. Facilitar o envio e o recebimento de dinheiro não poderia ser mais importante em um momento como esse”, afirma Matt Idema, diretor de operações do WhatsApp. 

As pequenas e médias empresas que usam o aplicativo WhatsApp Business devem vincular uma conta Cielo existente ou criar uma nova e habilitar o Facebook Pay, sem necessidade de máquina de cartões. 

A partir daí, podem solicitar e receber pagamentos ilimitados de crédito ou débito, oferecer reembolsos e obter suporte 24/7. Os comerciantes pagam uma taxa fixa de 3,99% por transação.

“A tecnologia vai tirar milhares de empresas da informalidade e ajudar na inclusão financeira. O lançamento do serviço torna-se ainda mais importante para superarmos o momento delicado provocado pela pandemia”, ressalta Paulo Caffarelli, presidente da Cielo.

No caso da Visa, a empresa está lançando o Visa Cloud Token, novo recurso de segurança baseado na nuvem, para garantir a operação com a nova demanda.

“Os aplicativos permitem que pagamentos sejam feitos por qualquer dispositivo com conexão à internet, não apenas telefones. Assim, a Visa continuará inovando e aplicando os melhores recursos de segurança e combate a fraudes em pagamentos digitais, à medida que expande a tecnologia para todo a região”, afirma Ruben Salazar, VP sênior de soluções e inovação para a Visa América Latina e Caribe. 

O Brasil é um dos maiores mercados do WhatsApp, sendo um dos países mais ativos tanto número de usuários quanto na utilização do aplicativo. Recentemente, o país foi escolhido para ser o primeiro a ter uma campanha de marca da empresa.

Com 11 anos de existência, o WhatsApp atingiu em fevereiro a marca de 2 bilhões de usuários no mundo, sendo o terceiro no mundo a alcançar o feito, depois do Facebook e do YouTube.

Veja também

ESTREIA
WhatsApp começa campanha global pelo Brasil

Com vídeo sobre o Carnaval, esta é a primeira promoção de marca do aplicativo no mundo.

MENSAGENS
Facebook desiste de anúncios no WhatsApp

Time que ia colocar propaganda na rede há um ano foi encerrado pela empresa.

ATENDIMENTO
Sebrae-SP terá treinamentos sobre WhatsApp Business

As empresas desenvolverão conteúdo informativo para ser distribuído entre os empresários.

TRABALHISTA
Ambev está proibida de usar WhatsApp fora do expediente

Medida é parte de acordo com o Ministério Público do Trabalho. Multa por descumprimento é de R$ 10 mil.

OMNICHANNEL
Via Varejo já está vendendo 70% do que vendia

Resultado está sendo obtido mesmo com 80% das lojas fechadas. Segredo é o CRM.

CHATBOT
Apto atende via WhatsApp com Take

Startup imobiliária acelerou lançamento do canal inteligente por conta da pandemia.

SAÚDE
Unimed confirma agendamentos com Nina Tecnologia

Cooperativa diminuiu em 30% as faltas em consultas e procedimentos na Grande Florianópolis.

GESTÃO
Fisiopop administra clínicas com Scal

São 20 franquias utilizando sistema de gestão, que chegou a aumentar lucratividade em 15%.

ACELERAÇÃO
Itaú: base digital cresce um ano em dois meses

Com 1 milhão de novos usuários, os canais digitais agora têm 70% dos clientes do banco.

AI
Previsul vende on-line com O2OBOTS

Chatbot é utilizado para cotação e contratação de seguros via WhatsApp e Facebook Messenger.