Freeway é uma das estradas mais movimentadas do Rio Grande do Sul. Foto: divulgação/Concepa.

A Triunfo Concepa migrou a hospedagem de seu website e aplicativo móvel de um data center terceiro para a nuvem Azure, da Microsoft, com consultoria da NGXit.

O objetivo da migração é resolver os problemas de indisponibilidade dos serviços em horários de pico como final de ano, no qual aumenta o número de acessos, devido à maior quantidade de motoristas nas rodovias.

“A contratação do Azure ocorreu de forma ágil e gradativa, a fim de evitar a ruptura repentina com a estrutura anterior e gerar possível descontinuidade de serviços associados ao aplicativo móvel”, explica o gerente de TI da concessionária, Arleu Campos.

A Triunfo Concepa administra 121 quilômetros de rodovias duplicadas, que contam com três praças de pedágios no Rio Grande do Sul.

A concessionária integra a Triunfo Participações e Investimentos, uma das principais empresas brasileiras do setor de infraestrutura com forte atuação nos segmentos de concessões rodoviárias, administração portuária e aeroportuária e energia, que administra 2.140,5 quilômetros de rodovias no Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, por meio das concessionárias Concer, Triunfo Concepa, Triunfo Econorte, Triunfo Concebra e, mais recentemente, Triunfo Transbrasiliana.

No setor portuário, a Triunfo possui participação de 50% da Portonave, que opera o Terminal Portuário de Navegantes, em Santa Catarina. Controla, ainda, a Triunfo Rio Canoas, empresa constituída para implantar e administrar a Usina Hidrelétrica de Garibaldi, no mesmo estado, e a Triunfo Rio Verde, responsável pela construção e pela operação da Usina Hidroelétrica de Salto, localizada na bacia do Rio Verde no estado de Goiás.

Também detém 23% da Aeroportos Brasil Viracopos, concessionária responsável pela administração do Aeroporto Internacional de Campinas – Viracopos.

A  NGXit foi fundada em 2011, resultante da fusão entre as empresas e-Partner, focada em infraestrutura e comunicações, e Toptrend, especialista em soluções de segurança.

Desde então, a empresa já dobrou seu faturamento, que não é revelado. No ano passado, a alta foi de 17,7% e para 2015, a meta é crescer em torno de 15%. 

Além da Microsoft (Office 365 e a oferta de data center virtual), a empresa trabalha com Cisco, em servidores, Check Point e Trend Micro, na área de segurança, Citrix, na virtualização de desktops, e Arcserve, com ferramentas de backup e disaster recovery.