Fábio Tadeu Benacchio e Thiago Paiva.

A Seidor, multinacional espanhola especializada em serviços e soluções SAP, fechou a aquisição da B-Improve, uma fábrica de software instalada no parque tecnológico da Universidade do Vale do Paraíba, no interior de São Paulo.

Com a aquisição, a Seidor incorpora um time de 50 profissionais, que passam a atuar em uma unidade batizada de Seidor Technologies. A Seidor já tinha uma equipe de 450 pessoas no país.

A nova unidade será independente e deve fazer desenvolvimento de sistemas em regime de fábrica de software, atendendo o mercado brasileiro e prestando serviços offshore para os mercados da América Latina e da Europa.

“Para o crescimento saudável e sustentável das operações Seidor no Brasil é fundamental que tenhamos domínio das mais avançadas tecnologias e metodologias digitais”, afirma Marcello Thiemann, diretor-geral da Seidor Brasil. 

A B-Improve não abre nomes de clientes, mas afirma tender “gigantes dos setores bancário e telecomunicações” com desenvolvimento em JavaScript, .NET, e bancos de dados mySQL e Oracle.

A B-Improve foi fundada em 2016 e tem como sócios Thiago Paiva, ex-Ericsson, Accenture e HP, e Fábio Tadeu Benacchio, um profissional com experiência em projetos SAP em empresas como a fabricante de papel Munksjö e SEW Eurodrive. Eles comandarão a nova unidade da Seidor.

A Seidor vem crescendo no Brasil, onde a empresa fechou o ano passado com um faturamento de R$ 106 milhões, um aumento de 20% em relação a 2017.

Os resultados da filial brasileira ficaram um pouco acima da operação global da empresa, que cresceu 15% no ano passado, para US$ 460 milhões. A companhia espera chegar em 2020 com uma receita na casa dos US$ 600 milhões.

A empresa tem projetos em S/4, C/4H, Ariba e Successfactors e tem uma base importante de implementação do ERP para pequenas e médias Business One, totalizando mais de 200 entregas no país.

Na sua divulgação de resultados, a companhia bateu na tecla do B1, destacando a “consolidação como maior parceira SAP Business One” no Brasil, com três premiações concedidas pela gigante alemã no último SAP PKOM Meeting, realizado em fevereiro no SAP Labs, em São Leopoldo.