Citros Lagazzi adota padrões GS1 para sua produção. Foto: Shutterstock.

A Citros Lagazzi, divisão de produção de frutas da Lagazzi Agronegócios, investiu no controle de rastreabilidade de seus produtos, baseado no padrão da Associação Brasileira de Automação (GS1 Brasil).

Com uma produção de cerca de 7 mil toneladas de citros, entre diversas variações de laranja e tangerina, a empresa escolheu o GTC-Diagnóstico de Rastreabilidade (Global Traceability Conformance, na sigla em inglês).

Segundo a produtora, a solução passou a garantir informações e dados precisos por meio da identificação dos produtos desde a produção até a distribuição ao mercado, com o registro das movimentações, e visibilidade de ponta a ponta em toda a cadeia de suprimentos.

A ferramenta GTC é um recurso de análise composto por um checklist de 104 pontes de controle em 12 seções nas empresas que implantaram ou pretendem implantar a rastreabilidade.

Outro recurso utilizado pela companhia foi o Cadastro Nacional de Produtos (CNP), ferramenta on-line para auxiliar produtores, indústria e varejo no cadastro e gerenciamento de informações.

Segundo Fábio Lagazzi, um dos proprietários da Citros Lagazzi, o investimento em tecnologia e padrões globais de identificação de produtos foi uma decisão para reforçar o relacionamento com clientes como Wall Mart, Carrefour, Atacadão, Makro, Dia%, além de distribuidores.

“Pudemos reorganizar, de maneira lógica e sequencial, todos os nossos códigos de barras dos produtos, criar descrições detalhadas deles e agregar informações da empresa, o que nos permite usar essa ferramenta como portfólio para clientes, sejam novos ou não”, explica Lagazzi.

A Citros Lagazzi produz em três regiões do estado de São Paulo – Tambaú, Altinópolis e Conchal – num total de aproximadamente 550 hectares para a cultura de frutas.