Parques são um mercado em alta no Brasil. Foto: flickr.com/photos/maguide/

A Tríade, empresa carioca que é líder em sistemas de gestão para clubes sociais, esportivos e parques no Brasil, trocou um acordo comercial que tinha com a SAP por um similar assinado com a Totvs.

Assim, a empresa está colocando no mercado o Totvs MultiClubes, um pacote que combina tecnologia de backoffice, com toda a parte fiscal, contábil e folha de pagamento da Totvs com o front office da Tríade, que atende às demandas características do setor. A companhia tinha assinado um acordo parecido com a SAP em junho do ano passado.

De acordo com a Tríade, pesou a favor da Totvs o fato da empresa se dispor a vender o pacote através da sua rede de canais, ao contrário da estratégia da SAP, que é integrar o seu software de gestão para pequenas e médias Business One com soluções especialistas, mas deixando o esforço comercial com os parceiros.

Com experiência de 15 anos neste mercado, a Tríade divulgando em seu site 800 usuários atendendo 2,5 milhões de clientes finais por ano.

A lista de clientes inclui os clubes sociais do Flamengo e Fluminense, a AABB de São Paulo, os parques aquáticos Rio Water Park e Ma Noa Planet e a Hebraica de São Paulo, na qual foi implantada e a versão do B1 em parceria com a SAP.

“Encontramos na Totvs, além de força e renome, a flexibilidade exigida para as adaptações de atendimento a este mercado, que é muito específico. Temos muitas expectativas de crescimento com essa aliança, uma vez que ganhamos musculatura de vendas para atingirmos todo o Brasil”, afirma Rodrigo Macedo, diretor comercial da Tríade.

O novo parceiro da Totvs atua em dois mercados em aquecimento, coisas raras hoje em dia.

Os clubes foram revitalizados pela Nova Lei Pelé, de janeiro de 2014, através os 13,5 mil  clubes brasileiros podem acessar fundos oriundos de uma contribuição de 0,5% do total da arrecadação das loterias da Caixa Econômica Federal para a formação de atletas.

Hoje o montante acumulado é de R$ 150 milhões, que se destina a subsidiar projetos de formação de atletas de base. Recentemente, o Flamengo, um dos clientes da Triade, captou R$ 5,3 milhões para três projetos olímpicos

A Adibra (Associação das Empresas de Parques de Diversão do Brasil) estima que há 195 atrações no país e um mercado consumidor de mais de quase R$ 2 bilhões.

“Nosso foco é, dentro de uma estrutura direcionada, verticalizarmos cada vez mais as nossas ofertas e, de maneira precisa, apoiarmos o crescimento sustentável dos nossos clientes”, finaliza Marcelo Souccar, diretor do segmento de Serviços da Totvs.

A Totvs tem colocado isso em prática principalmente no segmento de pequenas empresas, com a linha de produtos Fly 01 (a antiga Série 1) vendidos como serviço por valores em torno de R$ 100 mensais.

Ao longo do ano passado, a empresa lançou no mercado os softwares Fly 01 Petshop powered by Vetwork, voltado para petshops e clínicas veterinárias e Fly 01 Beleza e Estética powered by Mmtools. Ambos são resultados de acordos com provedores de soluções de nicho.

A SAP mantém uma estratégia similar desde 2013, quando criou as parcerias de Original Equipment Manufacturer (OEM), que permitem aos canais customizar suas próprias soluções com ferramentas SAP pré-integradas.

Logo no primeiro ano, o programa somou 13 parceiros. Em agosto, a SAP contratou Marcos Primo, ex-diretor de vendas Brasil da Progress Software, para ficar à frente desse esforço em específico.