Cristina Palmaka.

O cargo de presidente da SAP no Brasil está vago no momento.

A multinacional alemã anunciou hoje a promoção de Cristina Palmaka, que está na frente da operação brasileira desde 2013, para o cargo de presidente regional da empresa para América Latina e Caribe.

Palmaka assume a nova função a partir de 1º de agosto e seguirá supervisionando as operações da SAP Brasil até que um substituto seja nomeado.

A SAP não chega a falar na nota por quanto tempo o arranjo deve durar.

“Espero poder apoiar nossos 48.500 clientes na região, proporcionado uma excelente experiência, independentemente das circunstâncias", afirma Palmaka.

Palmaka foi contratada em 2013, vinda da Microsoft, onde era responsável pelo Consumer Channels Group.

A executiva fez carreira na HP, onde atuou como VP do Personal System Group por quase 10 anos.

Com a contratação pela SAP Brasil, a executiva se tornou integrante do pequeno clube de mulheres que passaram pelo comando de uma grande empresa de TI no país.

Na ocasião, Palmaka também substituiu um executivo que foi promovido para uma posição latino americana, o argentino Diego Dzodan.

Agora, Palmaka substitui Claudio Muruzabal, que estava na posição de presidente da SAP para América Latina e Caribe desde 2015.

Muruzabal, que entrou na SAP vindo de um período de 10 anos como CEO da Neoris, uma das maiores parceiras dos alemães na América Latina, também foi promovido.

O executivo argentino passará a ser presidente da SAP para a parte sul da região EMEA, que compreende a região sul da Europa, além do Oriente Médio e África.

É possível que as promoções de Palmaka e Muruzabal façam parte de um ajuste em nível latino americano da operação da SAP, que está em transição em nível mundial.

Em abril, a gigante de sistemas de gestão surpreendeu ao demitir Jennifer Morgan, uma dos co-CEOs nomeados apenas seis meses antes, e concentrar o comando na mão de Christian Klein.

Morgan e Klein haviam sido nomeados após a saída de Bill McDermott, que vinha liderando a empresa há quase uma década e agora está na ServiceNow.