Foto: flickr.com/photos/davidclow

Tamanho da fonte: -A+A

A Camex aprovou a redução do imposto de importação de quase 300 bens industriais (entre máquinas e equipamentos) e bens de informática e telecomunicações não produzidos no Brasil.

Dos valores originais, entre 14% e 16%, as alíquotas serão de 2% até 31 de dezembro de 2013.

Segundo o ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, cerca de cem desses produtos já estavam com alíquota de 2%, percentual que foi apenas renovado até o fim do ano que vem.

Em janeiro, a Camex já havia publicado resolução que reduzia o imposto de importação para bens de informática e telecomunicações, com prazo até 31 de dezembro deste ano.

O montante gasto pelas indústrias para importar esses bens será de US$ 641,1 milhões, e os produtos serão usados em projetos que totalizam US$ 2,2 bilhões em investimentos.

Os setores mais beneficiados, segundo o MDIC, serão autopeças (que responde por 14,7% dessas importações), madeira e móveis (9,8%), bens de capital (9,1%), naval (8,22%) e siderúrgico (6,6%).