ADEUS

Microsoft desiste do seu blockchain

14/05/2021 10:08

É a velha história do mercado de tecnologia: depois do hype, vem a saída discreta.

Microsoft se despediu do mercado de blockchain. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

A Microsoft comunicou aos clientes do seu serviço de blockchain no Azure que o serviço vai ser descontinuado a partir de 10 de setembro.

O anúncio foi feito de maneira discreta, por meio de um aviso de suporte.

A Microsoft recomenda a migração para o serviço de blockchain Quorum, da ConsenSys, que já roda na nuvem Azure e usa a mesma base tecnológica do que a Microsoft oferecia aos seus clientes, o GoQuorum Ledger.

A história do serviço de blockchain da Microsoft é tão antiga como o setor de tecnologia.

Fazendo uma pesquisa no Google Trends, é possível ver como o assunto blockchain decola em atenção mundial a partir do começo de 2017, atingindo um pico em janeiro de 2018 e tendo uma queda brusca em atenção.

É o tempo entre o chamado “hype” em torno de uma tecnologia, quando ela vira a cura para todo o mal e os fabricantes correm para ter uma oferta, até a descoberta de muitos deles de que os clientes não estão mordendo a isca e a saída discreta do mercado.

No caso do blockchain, tudo foi ainda acelerado pelo fato da tecnologia ser a base do bitcoin, um assunto que ainda recebe muita atenção.

Para o mérito da Microsoft, vale dizer que ela embarcou antes do que a maioria na onda do blockchain, lançando o Azure Blockchain ainda em 2015.

Na época, a novidade tinha uma visão ambiciosa de ser uma espécie de marketplace para parceiros da multinacional interagirem com diferentes fornecedores de serviços de blockchain.

Veja também

PRIVACYTECH
Marks, ex-Unirede, vai para a Privacy Tools

O executivo estava na Infodive IT e agora será diretor comercial da startup.

NUVEM
IBM agora tem cloud multi zona no Brasil

Novos data centers em Santana de Parnaíba e Alphaville se somam ao de Jundiaí.

BLOCKCHAIN
Carrefour rastreia frutas cítricas com IBM

A solução FoodTrust está sendo usada para informar sobre o histórico de produção e transporte dos produtos.

MUNDO ÁRABE
CCAB: cloud e blockchain com IBM

Na fase piloto, projeto será implementado nos fluxos comerciais envolvendo o Brasil e a Jordânia.

FUTURO
TI aplicada à logística: tendências e a revolução 4.0

A base do modelo é tecnológica, mas mais do que tecnologia, é preciso mudança de modelo mental, de negócios e cultural.

ABERTO
Serviços bancários digitais: uma revolução

Chegada do open banking deve abrir as portas para ainda mais fintechs.

TRANSFERÊNCIAS
Rendimento é 1° na nuvem do Ripple

Instituição brasileira entre num grupo pequeno em nível mundial.

CIFRAS
Tencent: US$ 70 bilhões em infraestrutura

Uma só empresa vai gastar o equivalente a todo investimento de TI do Brasil em 2020.