Sede do BNDES no Rio de Janeiro. Foto: Divulgação.

Omiexperience e MarketUP, duas empresas de sistemas de gestão na nuvem, foram selecionadas pelo BNDES para serem indicadas pelo banco estatal para empresas que acessarem o canal MPME da instituição em busca de crédito.

Em nota, o BNDES explica que elas atuarão em “parceria com a instituição para ampliar o acesso ao crédito de micro e pequenas empresas” por meio plataforma online Canal MPME.

O banco diz ainda que as duas são as “primeiras”, o que dá a entender que outras companhias com o mesmo modelo de negócio podem fechar o mesmo acordo no futuro.

Tanto Omiexperience quanto MarketUP oferecem sistemas simples para gestão de processos como contas a pagar, controle de estoque, carteira de clientes e fornecedores, relatórios gerenciais e vendas.

As empresas foram finalistas do Desafio BNDES Fintech, concurso promovido pelo Banco em 2018, do qual participaram 34 empresas, que atenderam a requisitos como integração a plataformas digitais, digitalização de processos, blockchain e facilitação de crédito a MPMEs, entre outros.

“A parceria com fintechs é parte da estratégia de digitalização e open banking do BNDES, promovendo integração com soluções para melhorar a experiência dos clientes”, explica Marcelo Porteiro, superintendente de Operações e Canais Digitais do BNDES.

Para Omiexperience e MarketUP, o endosso do BNDES é um diferencial frente aos seus concorrentes.

O modelo de negócio das duas empresas é diferente.

O MarketUP é gratuito. O produto é endossado pelo Sebrae, que abriu um edital buscando uma empresa interessada em ceder os direitos de uso de uma solução de ERP incluindo nota fiscal, módulo de PDV e gestão de pessoas em 2013.

A Nuvemsis, empresa dona da marca MarketUp, foi a única interessada a comparecer na sede do Sebrae Nacional duas semanas depois e ganhou a disputa. Em troca de não cobrar pelo uso do software, o produto é indicado no portal do Sebrae. 

A marca MarketUp foi criada em 2012 por Carlos Azevedo, sócio do fundo de investimentos em empresas de Internet YCR Participações e fundador do Guia da Semana, comprado pela RBS em 2008. 

Os investidores na empresa incluem ainda Romero Rodrigues (Buscapé), Alexandre Hohagen (ex-Facebook) e Hélio Rotenberg (Grupo Positivo). 

A MarketUp é hospedada na nuvem da Amazon Web Services e afirma atender 20 segmentos, incluindo moda/acessórios, jardinagem, papelarias, óticas, empórios, perfumarias, vídeo, decoração, esportes, joias, bancas/quiosques, pizzarias, lojas de games e informática. 

O modelo de negócio baseia-se em venda de patrocínio para poucos grandes apoiadores interessados em atingir o público de pequenas empresas. Um dos primeiros grandes clientes foi o Bradesco.  

Já a Omiexperience cobra pelo uso. A empresa acaba de captar um aporte de R$ 80 milhões do fundo americano Riverwood Capital, investidor de empresas como 99, GoPro e Netshoes.

É o segundo investimento recente da Omiexperience, que em setembro do ano passado havia levantado R$ 25 milhões do fundo brasileiro Astella. 

A Omiexperience faturou R$ 23,2 milhões no ano passado, uma alta de 40% frente aos resultados do ano anterior.  

O CEO da Omiexperience, Marcelo Lombardo, não é um marinheiro de primeira viagem no assunto sistemas de gestão: nos anos 90, criou a NewAge Software, vendida para a Toutatis Global em 2013.