AMAZÔNIA

Amazon lança negócio de crédito de carbono

14/01/2022 11:40

Tecnologia por trás da plataforma Sabiá é da brasileira BovControl.

Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

A Amazon adotou a tecnologia da BovControl, startup fundada no Brasil com base nos Estados Unidos, para o seu recém lançado negócio de crédito de carbono voltado à aceleração do reflorestamento na Amazônia.

Segundo o site NeoFeed, o nome do projeto é Sabiá e, na prática, cada produtor rural poderá se cadastrar em um site. A partir do cadastro, uma análise será feita para ver se ele se enquadra no perfil.

Ao ser aceito no programa, recebe um link para baixar o aplicativo e se conectar nesse ecossistema, que contará com treinamento, financiamento para a compra de insumos e comercialização de crédito de carbono.

O início do programa acontece com produtores no Pará e, no segundo trimestre, entrará em outros países onde há maior necessidade de recuperação florestal em propriedades rurais. O plano é envolver 3 mil fazendas da Amazônia nos três primeiros anos de operação.

O Sabiá fará todo o inventário da área que sequestra e da atividade que emite carbono usando dados coletados pelo aplicativo a campo, cruzando com dados de satélites. 

“Desenvolvemos a quatro mãos o que a Amazon está chamando de o maior framework de sequestro de carbono da Terra”, afirma Danilo Leão, CEO e fundador da BovControl.

Por enquanto, todo o crédito de carbono gerado deve ser adquirido pela Amazon, que vai comprar antecipadamente os créditos de safras futuras para negociá-los no mercado.

Atualmente, a tonelada de carbono é negociada na Califórnia por US$ 15,00 e pode chegar a até US$ 100,00. No Brasil, os chamados CBios, negociados na B3, fecharam cotados em R$ 55,64 no dia 12 de janeiro.

O mercado de carbono voluntário, liderado por empresas, movimentou mais de US$ 1 bilhão em 2021, segundo dados do Ecosystem Marketplace, da Forest Trends.

De acordo com um relatório divulgado pela XP em julho do ano passado, o mercado de crédito de carbono como um todo movimentou € 229 bilhões em 2020, cinco vezes mais do que em 2017.

A Amazon, avaliada em US$ 1,63 trilhão, anunciou em 2020 a criação do The Climate Pledge Fund, um fundo de corporate venture capital de US$ 2 bilhões focado em investir em iniciativas voltadas à descarbonização.

Desde então, a companhia pôs dinheiro em empresas como Rivian, de carros elétricos, Beta Technologies, de eVTOL, Carboncure Tecnhologies, de concreto de carbono, entre outras.

Fundada em 2014, a BovControl funcionava como um Software as a Service para digitalizar as tarefas e negociações de insumos e produtos das fazendas de pecuária. Ao longo do tempo, foi estendendo suas áreas de atuação de pecuária para outras cadeias do agro e indústrias.

Hoje, o sistema da empresa é usado por 83 mil fazendas ativas em 47 países e conta com uma receita recorrente de assinaturas, que vão de US$ 20 a US$ 400 por mês. Entre os seus milhares de clientes, estão nomes como Nestlé.

Veja também

BUSCAS
Amazon: dizer criado-mudo é racista

Gigante de e-commerce resolveu educar clientes brasileiros. Informação é duvidosa.

CASE DE SUCESSO
Veja como a Teletex ajudou o Banco da Amazônia

Cisco ACI é a ponte entre o BASA e seus clientes em toda a Amazônia Legal.

CLOUD
Mondial escolhe Ativy Digital para sustentar novo ERP

A indústria de eletrodomésticos está implantando o SAP S/4 Hana e avançando na transformação digital.

FEIRAS
CES vai flopar?

Grandes expositores estão desistindo de participar por causa da Ômicron. Evento acontece mesmo assim.

MODELO
Procergs quer ser broker de nuvem

Estatal gaúcha lidera consórcio de empresas públicas para comprar no atacado.

E-COMMERCE
Shopper recebe aporte de R$ 170 milhões

Rodada série C, a segunda da empresa este ano, foi liderada pelo fundo soberano de Singapura.