ECOMMERCE

Xiaomi entra nos sites da Cnova

14/01/2016 09:37

Xiaomi leva Redmi 2 Pro para parceiros no e-commerce. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Xiaomi, fabricante de dispositivos móveis que chegou ao Brasil na metade de 2015, está expandindo a sua presença em canais de venda online. A empresa anunciou esta semana que terá produtos à venda nas lojas eletrônicas Pontofrio.com, Extra.com.br e CasasBahia.com.br, operados pela Cnova.

O primeiro produto a ser comercializado será o Redmi 2 Pro, por R$ 699,00 à vista e diversas opções de parcelamento de acordo com cada site.

Segundo a fabricante, o preço é competitivo quando comparado a outros aparelhos com configurações similares, mesmo com o fim da Lei do Bem no início deste ano, que causou um aumento de preço nesses produtos por conta dos impostos.

O Redmi 2 Pro tem tela de 4,7” HD, processador Qualcomm Snapdragon 410 quad-core, 2 GB de RAM e 16 GB de armazenamento. Além da disponibilidade no e-commerce do Pontofrio, da Casas Bahia e do Extra, o aparelho continua sendo vendido no Mi.com, site oficial da Xiaomi.

No site de venda direta da Xiaomi, o mesmo aparelho é comercializado a R$ 649, um valor pouco abaixo do praticado nas lojas parceiras.

“Ter uma empresa do porte da Xiaomi dentro do nosso marketplace é muito significativo para a Cnova. Estamos muito contentes com a parceria, que irá beneficiar os consumidores com produtos de alta qualidade e tornar as ofertas de tecnologia das nossas bandeiras ainda mais completas”, afirma José Nilson Ferreira, diretor de Marketplace da Cnova.

Para Leo Marroig, diretor-geral da Xiaomi para a América Latina, a parceria com Pontofrio, Extra e Casas Bahia no Brasil é um caminho natural para ampliar a atuação no país.

“Disponibilizar nossos aparelhos nesses sites significa também dar mais possibilidades para as pessoas adquirirem nossos produtos, que trazem alta qualidade com preço muito competitivo, abaixo dos concorrentes com mesma configuração”, destacou o executivo.

Antes de entrar nas lojas da Cnova, a empresa já tinha feito suas primeiras movimentações para entrar em varejistas parceiros, saindo do modelo de vendas exclusivas em site próprio.

No final do ano passado, a companhia uniu forças com a Vivo para vender o Redmi2 nas lojas físicas da operadora. Com a parceria, as lojas da Vivo em todo país passaram a vender o Redmi2, smartphone lançado no país em junho por R$ 499. Dentro do plano SmartVivo 2GB, que custa R$ 145 por mês, o aparelho sai por R$ 249. Já no modelo pós-pago, ele sai por R$ 679, bem acima do preço no site da Xiaomi.

Veja também

PARCERIA INÉDITA
Xiaomi venderá Redmi2 com Vivo

Smartphone até então vendido na web por R$ 499 custará R$ 679 na lojas da operadora.

CONTRA A APPLE
Xiaomi prepara próprio laptop

Empresa chinesa pretende competir com Apple e Lenovo nos PCs de alta performance.

MERCADO
Positivo: smartphone 4G e para selfies

Novos aparelhos são o Quattro X435, primeiro modelo 4G, e o S455, com câmera frontal de 8MP.

 

SMARTPHONES
Xiaomi perde liderança na China

A Huawei ultrapassou a Xiaomi e se tornou a líder em vendas de smartphones na China.

BY LENOVO
Motorola: adeus, mas nem tanto

A marca Motorola deixará de existir, se tornando um selo dentro do portfólio de produtos da Lenovo.