Marcelo Issa. Foto: divulgação.

A Softline, distribuidora russa de soluções de TI, firmou uma parceria estratégica com a Ação Informática no Brasil e América Latina para a oferta de soluções Oracle, companhia da qual ela é parceira Platinum.

O objetivo da companhia, que aterrisou no país em outubro do ano passado, com a parceria é de prover soluções de negócios a clientes de diversas verticais, atuando por meio dos canais da Ação Informática, que também é parceiro Platinum Oracle.

"A estratégia agora é atender demandas de clientes em todo o território latino americano. O objetivo é crescer também por meio do estabelecimento de novas parcerias, replicando o modelo que já vem sendo praticado mundialmente", destacou a companhia europeia em nota.

Com escritórios em Salvador e São Paulo, a multinacional russa líder de mercado no leste europeu planeja investir US$ 20 milhões na operação brasileira nos próximos três anos. 

“A Oracle é um dos principais parceiros mundiais da Softline e uma empresa extremamente importante no cenário de mundial de TI. Os produtos da Oracle – hardware e software – são fundamentais para compor o portfólio de soluções Softline no Brasil", destaca Roger Melo, diretor da Softline no Brasil.

A integradora é uma das principais parcerias na implementação de soluções Oracle em grande parte dos países em que atua, com faturamento de US$ 1 bilhão em 2013, último resultado divulgado.

A companhia já está presente em 27 países com mais de 79 escritórios, oferecendo produtos de marcas como Oracle, Microsoft, VMware, Citrix e Veeam.

Para Marcelo Issa, diretor de Marketing e Alianças da Ação Informática, o acordo com a Softline será benéfico para ambas as distribuidoras, que tem operações no Brasil e em países latinos como Argentina, Peru e Colômbia.

"Eles chegam ao mercado brasileiro com metas agressivas e nos escolheram pela nossa experiência e representatividade na distribuição de tecnologias Oracle. Certamente seremos fortes juntos e a ideia é dar todo o suporte para que a companhia atue com implementações de infraestrutura, computação com nuvem, segurança data center e mobilidade, entre outros”, afirma o executivo.