Operadoras terão que acelerar bastante para o 4G. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

Uma pesquisa divulgada pela Arieso nesta segunda-feira, destacou que a chegada do 4G não será suficiente para resolver o aumento acentuado do consumo de dados pelos consumidores.

De acordo com Michael Flanagan, autor do estudo e CTO da companhia, a adoção de novas tecnologias geram maior consumo de dados, e isso exige investimentos das operadoras.

“Com base em nossa experiência de ajudar a preparar as redes para a evolução da demanda de dados, supomos que o LTE sozinho não resolverá o problema de dados, pelo contrário, irá exacerbá-lo”, frisa.

O estudo aponta que o número de usuários de smartphones tem superado o de tablets, e a demanda por mais disponibilidade resultará na expansão de redes LTE globalmente.

O relatório afirma que para satisfazer as expectativas desse consumidor será preciso uma abordagem diferente de projeto de rede, por isso, as small cells serão importantes, mas a disposição e gerenciamento desses ativos deverão ser controlados.

Para a Arieso, as operadoras da América Latina devem adotar tecnologias de rede para acelerar seus processos de planejamento, organização e otimização, se quiserem estar preparadas para o crescimento do uso de dados.

“A maioria das redes foi projetada e otimizada somente para voz e as características dos dados móveis indicam que qualquer aumento no uso irá reduzir a cobertura e qualidade dos serviços de redes otimizadas em voz”, explica.