Wagner Patrus, presidente da Máxima Sistemas. Foto: Divulgação.

A Embalart, distribuidora do Espírito Santo, adotou uma ferramenta da Máxima Sistemas para gerir sua equipe de representantes externos no atendimento a mais de 600 clientes.

Há 20 anos atuando na distribuição e representação exclusiva de produtos da Kimberly-Clarck, das embalagens Meiwa, dentre outras marcas, a Embalart implementou a solução Pedido de Vendas.

A tecnologia desenvolvida pela Máxima Sistemas tem o objetivo de automatizar as ações dos vendedores externos com o uso de dispositivos móveis. 

Com a implementação, finalizada em junho, a empresa buscava simplificar o processamento de pedidos de vendas captados pelo seu time externo.

Atualmente, os representantes visitam os clientes munidos de tablets, pelo aplicativo Pedido de Vendas, emitem pedidos, consultam dados do cliente e gerenciam as vendas.

Ao finalizar uma venda, o representante registra pelo próprio tablet os dados do pedido no ERP da empresa. Com isso, a companhia aumentou em 80% a velocidade de captação para novas vendas.

“A solução organizou as atividades comerciais e promoveu a eficácia na rotina da equipe externa de atendimento ao cliente, permitindo que o time interno concentre em ações mais estratégicas relacionadas diretamente à conversão de vendas, como promoções e alianças com parceiros”, detalha Thiago Zorzal, executivo da Embalart.

Antes da implementação, a Embalart trabalhava com uma solução caseira. 

“O vendedor em campo não tinha liberdade para negociar com o cliente porque ficava dependente das informações vindas da central de operação, que resultava em desperdício de tempo na negociação e demora na tomada de decisão”, conta Zorzal.

Para o presidente da Máxima Sistemas, Wagner Patrus, o novo conceito de vendas na Embalart está em conformidade com as tendências do mercado atacado distribuidor, de enxergar o representante externo cada vez mais como um consultor de negócio.

“A mudança do papel do cliente também altera no papel do vendedor. É preciso empoderá-lo de ferramentas e informações que dê condições para efetivar suas vendas com mais rapidez e segurança nas demandas comerciais do dia a dia”, finaliza Patrus.

A Máxima Sistemas é uma software house mineira que nasceu dentro do mercado atacado distribuidor. Com a aquisição da Tecnomix, em novembro de 2014, e da OnNet Systems, em março deste ano, a companhia ampliou sua atuação dentro da cadeia de abastecimento, passando a atender também o segmento de manufatura.

Hoje a companhia conta com 860 clientes ativos em todo o território nacional.