A Intel deve divulgar seus resultados em 15 de julho. Foto: flickr.com/intelphotos

Com o aumento da demanda de PCs corporativos, a Intel anunciou nesta quinta, 12, as prospecções para o segundo trimestre fiscal. Anteriormente, a estimativa era de US$ 13 bilhões de receita. Agora, acreditam contar com US$ 13,7 bilhões com o mercado de PCs aquecido.

Como as entregas de PCs vinham diminuindo nos trimestres anteriores, a informação da companhia surpreendeu os analistas de mercado. Para Dean McCarron, analista-chefe da Mercury Research, muitas empresas estão alterando seus terminais devido o fim do Windows XP.

"Há uma grande atividade no segmento de pequenas empresas nesse sentido", diz McCarron.

acredita que um dos motivos do aquecimento repentino é o fato de que muitas empresas estão fazendo upgrade de computadores por conta do fim do Windows XP. "Há uma grande atividade no segmento de pequenas empresas nesse sentido", diz McCarron.

O suporte ao Windows XP deixou de ser dado pela Microsoft desde 8 de abril, levando várias empresas a comprar novos PCs com sistema operacional mais moderno.

No primeiro trimestre, as entregas de PCs declinaram 4,4% comparadas com o mesmo período do ano anterior, segundo a IDC.

Como as vendas foram fracas no primeiro trimestre, uma parte delas deve ter migrado para o segundo trimestre, gerando o aquecimento.

Mas o analista não acredita que o aumento da demanda por conta do "efeito XP" deva se manter por muito tempo, sinalizando ser um evento pontual. "Mas é uma coisa para manter os olhos abertos", diz McCarron.

A Intel vai deve anunciar seus resultados financeiros do segundo trimestre de 2014 no dia 15 de julho.