Deu pra ti, 4G. Foto: flickr.com/photos/gijlmar/

A Vivo deve lançar o seu serviço de 4G em Porto Alegre na próxima terça-feira, 18.

A operadora disparou um convite para a imprensa nesta quinta-feira, 13. Normalmente, o lançamento comercial é feito no mesmo dia do anúncio para a mídia.

Com o início da oferta da Vivo, a capital gaúcha passará a ter duas ofertas de quarta geração. A Claro já atendia a cidade desde o começo de março.

A rede 4G da Vivo está em operação desde o final de maio na cidade de São Paulo e nos seis municípios-sede da Copa das Confederações: Brasília, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Salvador, dentro das exigências do governo.

Recentemente, entraram na lista Sorocaba, Mogi das Cruzes, Barueri, Campos do Jordão e Águas de Lindóia, uma adição ao plano inicial, que previa a oferta em Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul, no chamado ABC Paulista

O último levantamento da Anatel mostrou que o Brasil atingiu uma base de quase 50 mil acessos 4G em abril, aumentando três vezes em relação a março, quando bateu nos 14,7 mil acessos.

Depois de um início dominado pela Claro, que se adiantou às metas de Brasília, a Vivo retomou a dianteira.

Ao fim de abril, a Vivo tinha 29,4 mil terminais 4G nas mãos de seus clientes, ou 60,7% do total do país. A Claro, por sua vez, tinha cerca de 19 mil acessos, ou 39,3%.

Segundo aponta a Anatel, o país terminou abril com 264,55 milhões de linhas ativas - um aumento de quase 500 mil linhas sobre março - com teledensidade de 133,83 acessos a cada 100 habitantes.

Os acessos pré-pagos ao fim de abril respondiam por 79,84% do total, ou 211,22 milhões. E os pós-pagos, 20,16%, ou 53,33 milhões.

No market share, a Vivo mantém a liderança com uma fatia de 28,83%, seguida pela TIM (27,01%), Claro (24,98%), Oi (18,77%), CTBC (0,33%), Nextel (00,3%), Sercomtel (0,003%), e Porto Seguro (0,02%).