O Grupo Netshoes abriu o capital na bolsa de valores Nova York nesta semana. Foto: Divulgação.

O Grupo Netshoes, responsável pelos sites de comércio eletrônico Netshoes e Zattini, abriu o capital na bolsa de valores Nova York nesta semana.

A empresa havia anunciado na terça-feira, 10, a precificação de sua oferta pública inicial (IPO) de 8.250.000 de ações ordinárias oferecidas pelo preço de US$ 18. 

No IPO, a empresa captou US$ 148,5 milhões, mais do que os US$ 100 milhões esperados pela companhia.

No entanto, as ações da Netshoes estrearam na bolsa norte-americana na quarta-feira, 12, em queda acentuada, de acordo com a Exame. Os papéis começaram a ser negociados a US$ 18, mas sofreram desvalorização e fecharam o dia valendo US$ 16,10, um recuo de 10,5%.

Márcio Kumruian, co-fundador e presidente executivo da Netshoes, tocou o sino para abertura do pregão da quarta-feira. Também estavam presentes Hagop Chabab, co-fundador da Netshoes; Marcio Chammas, diretor de logística; Leonardo Dib, diretor financeiro; Graciela Kumruian, diretora de operações e Francisco Alvarez-Demalde, fundador do Riverwood Capital.

A Netshoes foi fundada em 2000 por Marcio Kumruian e Hagop Chabab. No ano passado, a companhia registrou receita líquida de R$ 1,74 bilhão, contra R$ 1,51 bilhão no ano anterior. 

O prejuízo acumulado foi de R$ 151,9 milhões, enquanto em 2015 a cifra ficou em R$ 99,5 milhõe. 

A empresa fechou 2016 com 5,6 milhões de usuários ativos, uma alta de 18,9% em relação a 2015.