André Leite.

A BCI Consulting, parceira SAP argentina presente no Brasil desde 2016, fechou o ano passado com um receita de R$ 60 milhões no país, uma alta de 39% frente aos resultados do ano anterior.

Com o resultado, a operação brasileira já representa 60% do faturamento da BCI Consulting, com o restante ficando dividido entre a matriz, na Argentina, além de México e Uruguai.

A projeção para 2020 é chegar a R$ 80 milhões e para 2021 entrar na faixa dos R$ 100 milhões, 10 vezes mais do que a empresa faturou em 2016, quando começou a operação no país.

A BCI Consulting chegou no Brasil por meio da compra da Spektrum, uma parceria SAP com sede em São Carlos, no interior paulista. 

A empresa abriu uma operação em São Paulo, sob o comando de André Leite, ex-diretor executivo da Sonda IT, uma das grandes parceiras SAP no país. Leite, que também foi diretor executivo na Softtek, se tornou sócio da empresa e co-CEO.

Dos contratos SAP ativos com mais de 70 empresas no Brasil, 20% vieram em 2019 e, os clientes globais atendidos em vários países, passaram de seis para nove. 

A empresa trabalha com boa parte do portfólio SAP, incluindo os produtos em nuvem mais recentes como Concur, Ariba e Sucess Factors, além de apostar forte nas migrações para o S/4 Hana, a nova versão do software de gestão da SAP que roda em banco de dados em memória.

Recentemente a SAP decidiu prolongar até 2027 o suporte ao ECC, seu ERP anterior, tirando por tanto o gás da migração para o S/4 Hana, mas o cenário não preocupa a BCI Consulting.

“Mesmo com a prorrogação pela SAP do suporte ao ECC até 2027, todas as empresas que executaram o business case do Move to S/4HANA farão a transformação em 2020 ou 2021, por conta dos ganhos tangíveis em performance, melhoria de processos, análises em tempo real e otimização de custos”, afirma Leite.