Nauro Selbach Junior, diretor executivo da Selbetti. Foto: Divulgação.

A Selbetti, de Joinville, adquiriu a Absoluta Sistemas de Impressão, empresa de Santa Cruz do Sul.

De acordo com o colunista Claudio Loetz, do jornal A Notícia, a aquisição vai gerar acréscimo de R$ 6 milhões ao faturamento anual da companhia catarinense. 

Com matriz em Santa Cruz, a Absoluta conta com filiais em Lajeado e Candelária, todas no Rio Grande do Sul. A empresa atua com outsourcing de impressão, gestão de documentos e venda de equipamentos (Samsung, Ricoh, HP e Brother).

A receita da Selbetti em 2016 foi de R$ 100 milhões, o que representa uma alta de 28% na comparação com o resultado do ano anterior.

Para 2017, a meta da empresa é alcançar R$ 130 milhões em receita. Já em 2018, o objetivo é atingir receita de R$ 150 milhões.

A empresa aposta na venda de software de BPO e ERP próprios para alcançar estes resultados. Além disso, a companhia tem feito aquisições para acelerar o crescimento.

Há pouco mais de seis meses, a Selbetti firmou um acordo para aquisição dos contratos de outsourcing de impressão de Premier, de Curitiba.

Com o negócio, a Selbetti adicionou cerca de 90 contratos a sua base, somando aproximadamente 4 mil novos equipamentos gerenciados e um aumento previsto de 15% no faturamento.

A Selbetti atende a mais de 2,1 mil clientes, sendo responsável pela gestão de quase 30 mil equipamentos de impressão.

Entre os clientes vindos da Premier, 80% trabalham com equipamentos de impressão da Lexmark, enquanto o restante se divide em Ricoh e Oki Data. O plano da Selbetti é migrar todos os clientes para máquinas Ricoh em até um ano.

Na base atual de clientes da Selbetti, cerca de 80% dos equipamentos gerenciados são da Ricoh. Em 2015, a fabricante de impressoras passou a oferecer o software de gestão de documentos da empresa catarinense de forma embarcada nos equipamentos.

Também em 2015, a Selbetti comprou a empresa Copyland, de Porto Alegre. Em 2014, adquiriu a PGS, de Caxias do Sul.