Chesf realiza migração com Brasoftware. Foto: divulgação.

A Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), uma das maiores geradoras e transmissoras de energia elétrica do país, migrou mais de 4,5 mil máquinas para o Windows 8.1, em um projeto realizado com a Brasoftware.

A migração envolveu a utilização do USMT-Hardlink, da Microsoft, que elimina a necessidade de realizar backup dos usuários, com custos de cerca de R$ 50 mil e o projeto foi concluído em apenas seis meses.

Todas as máquinas foram entregues em menos de uma hora, já rodando o novo sistema operacional e habilitadas com as ferramentas essenciais para o usuário trabalhar, como Outlook e Lync.

Os demais dados ficaram disponíveis nos discos locais, sem haver sobrecarga no service desk (Central de Atendimento de TI) durante o processo. Com a migração realizada, a redução de chamados está na ordem de 15% nas áreas que concluíram a atualização para o Windows 8.1.

A migração em USMT verifica no computador arquivos e configurações do usuário e, em seguida, cria um diretório de links rígidos para esses arquivos, fazendo um apontamento na tabela dos índices dos arquivos, os chamados HardLinks. Os Hardlinks são “remapeados” para os locais apropriados no novo SO após a migração.

Todo o processo leva alguns minutos para ser executado, não duplica arquivos no disco local, mantém a mesma estrutura de pastas e arquivos originais e diminui várias horas ao atualizar o ambiente antigo para o Windows 8.1.

Estima-se que a duração da migração das máquinas Windows XP e 7 para o Windows 8.1, por meio do processo tradicional de atualização, seria de dois anos e meio a um custo de aproximadamente R$ 550 mil.

Além disso, com a utilização do USMT-Hardlink, foram utilizado cerca de um terço do número de profissionais exigidos caso fosse utilizado um processo tradicional de migração.

"Além da otimização da migração, podemos enfatizar os impactos no desempenho da rede, pois, em processos tradicionais, esta movimentação de dados pode comprometer o ambiente corporativo e limitar a quantidade de usuários migrados por dia”, destacou Luciano Thomaz, gerente de TI da Chesf.

Segundo Thomaz, a ferramenta ficará como legado para futuras atualizações e atuação da equipe de suporte da Chesf no dia a dia da manutenção e distribuição de equipamentos.

Integrante do sistema Eletrobrás e com cerca de 4,5 mil funcionários, a Chesf transmite e comercializa energia elétrica para a Região Nordeste do Brasil. Atende tradicionalmente a oito estados do Nordeste (Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí).

Fundada em 1987, a Brasoftware comercializa soluções de empresas como Microsoft, Autodesk, Adobe, Symantec, McAfee, Citrix,  ArcServe, Corel, entre outras.

A Brasoftware possui escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Brasília, além de gerentes regionais presentes em outras 15 capitais do país. A companhia encerrou 2014 com faturamento de R$ 810 milhões. O valor representa uma alta de 39% em relação a 2013.