BBB é um dos programas que foi dar uma espiadinha na nuvem da AWS. Foto: divulgação

A Rede Globo migrou 64 aplicações, incluindo sistemas de suporte a programas como The Voice Brasil, a novela Avenida Brasil e o Big Brother Brasil, da estrutura da Alog para a nuvem da AWS.

O projeto foi conduzido pela paulista CredibiliT, que usou toda a camada de managed services da Amazon, ou seja, toda a arquitetura dos ambientes, setups da infraestrutura, suporte on-going, otimização de recursos e uso das funcionalidades da AWS.

O pacote incluiu serviços de EC2, S3, Cloud Front, RDS, DynamoDB, EBS e Elastic Transcoder, tudo voltado a suportar as demandas de horários de pico da emissora, cuja audiência chega a 5.482 municípios do país, atingindo 99,50% da população.

O contrato também abrange monitoramento e suporte 24x7.

O gerente executivo de Internet da TV Globo, Marcelo Guerra, explica que a estrutura em nuvem foi utilizada como alternativa para implantação rápida de sites para aplicativos públicos e internos, evitando investimento em hardware e software.

De acordo com o executivo, o tempo de implantação de algumas aplicações foi reduzido em 50%, aproximadamente, sendlo que em algumas o número de usuários simultâneos chega a 40 mil.

Ele garante que todos os projetos da emissora que se adequam ao uso de nuvem têm a AWS como solução base.

“Do ponto de vista de negócio, o modelo de pagar pelo uso oferecido pela AWS se encaixa muito bem em necessidades pontuais com demanda variável. Do ponto de vista técnico, as soluções oferecidas conseguem suportar, na maioria dos casos, grandes variações de demanda com bastante segurança”, avalia Guerra.