BANCOS E VAREJO

Wincor Nixdorf: alemães miram Brasil

12/06/2013 16:59

Após instalar fábrica de ATMs em Atibaia, empresa projeta criação de rede de parceiros no país.

Eckard Heidloff, CEO da Wincor Nixdorf. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A alemã Wincor Nixdorf, que iniciou atuação no Brasil em 1997 como empresa ligada ao Grupo Siemens e, a partir de 1999, foi adquirida pela KKR & CO e Goldman Sachs Capital Partners, ganhando independência na operação, projeta expansão no país.

Os movimentos já começaram.

Após instalar uma fábrica de ATMs bancárias em Atibaia, no interior de São Paulo, no ano passado, a companhia agora delega ao country manager, Inon Neves, a meta de criar uma rede de parceiros para ampliar a participação nos mercados de bancos e varejo.

As investidas têm motivo: com receita líquida de € 1.266 milhões no primeiro semestre do ano fiscal – outubro de 2012 a março de 2013 -, crescimento de 10% na comparação ano/ano, e lucro de € 44 milhões, alta anual de 63%, a companhia aposta na força dos mercados emergentes para manter a linha de expansão.

“Os bons resultados da Wincor Nixdorf são frutos do crescimento contínuo da atuação da empresa nos mercados emergentes. Por outro lado, não há mostras de recuperação por parte das empresas em muitos países industrializados, principalmente na Europa”, explica o CEO da corporação, Eckard Heidloff.

Assim, segundo ele, o progresso nos mercados emergentes auxilia no alinhamento global dos negócios, motivo pelo qual o Brasil está na mira.

No Brasil, para crescer entre os bancos, a companhia conta com o reforço da Dinasty Technology, empresa com escritórios em São Paulo, Madri e Valladolid que a alemã comprou em 2011 e que incrementou seu portfólio de software para finanças.

As soluções Dynasty-Wincor Nixdorf possuem foco nas tecnologias multivendor: autoatendimento financeiro (família de produtos JAM, com conectividade, monitoração, segurança e certificação Kernel EMV nível 2 de aplicações) e gestão de periféricos de agência bancária (suíte Global DS que permite a conectividade dos diferentes periféricos).

Já no varejo, uma suíte de soluções de vendas e marketing, serviços de transações e pagamentos, monitoramento, gerenciamento de numerário e segurança, abrangendo todos os canais de atendimento, é a aposta.

A Wincor está presente em mais de 130 países, empregando cerca de nove mil colaboradores.

O portfólio inclui hardware, software e serviços destinados ao uso de bancos e lojas de varejo, incluindo agências do correio, postos de gasolina e setor hoteleiro.

Veja também

Grupo Bayer aposta no Brasil
A Bayer HealthCare Pharmaceuticals, braço do grupo Bayer no segmento farmacêutico, planeja estar entre as cinco maiores empresas do setor nos mercados dos países emergentes, grupo no qual o Brasil está inserido. 
 
Segundo Andreas Fibig, presidente mundial da companhia, o Brasil, depois da China, é o país mais importante no ranking de investimentos da Bayer entre os emergentes.
 
CARREIRA
Paessler: novo gerente de negócios no Brasil

Executivo tem a missão aproximar clientes e canais, ampliando rede de revendedores da multinacional.

EM SÃO PAULO
Blackberry abre 3o tech center no Brasil

Laboratório se soma a outros dois prédios da fabricante - um em Alagoas e outro no Recife.

PRODUÇÃO, INFRA E MARKETING
Sony: R$ 500 milhões no Brasil até 2014

De olho no mercado da Copa 2014, empresa investirá em linhas de produção, estrutura, logística e marketing.

LEVANTAMENTO
Bancos investiram R$ 20 bi em TI em 2012

Segundo a Febraban, boa parte dos valores investidos foram destinados a modernizações do parque tecnológico das instituições e manutenção da infraestrutura instalada.