De passaporte e visto novos, Stallman pode voltar à estrada. Foto: flickr.com/photos/redjar

O pai do movimento software livre, Richard Stallman, que no último final de semana foi assaltado na Argentina e acabou ficando sem passaporte e visto para retorno ao Brasil, está com toda a documentação recuperada.

Todos os papéis foram reemitidos em dois dias.

Segundo mensagem numa lista de discussão sobre software livre, foi concedido um visto emergencial e urgente ao norte-americano, que já obteve, também, um novo passaporte. Para cidadãos dos Estados Unidos, o visto é obrigatório para entrada no Brasil.

Graças aos documentos novos, Stallman poderá dar sequência à sua agenda no Brasil, que inclui uma palestra nesta quarta-feira, 13, na UnB, em Brasília.

Até o note para trabalhar, roubado junto com a mochila, foi providenciado por membros de uma Associação de Software Livre do Distrito Federal, informa a mensagem na lista.

Antes de voltar ao Brasil, onde esteve na última semana para um debate em Porto Alegre sobre liberdade digital, Stallman segue para Cordoba (Argentina) e Montevideo (Uruguai).