Foto: flickr.com/photos/samsungtomorrow

A Samsung investe 1,9 bilhão para expandir sua capacidade de fabricação de processadores móveis.

O dinheiro irá principalmente para a produção de avançados processadores de aplicações móveis em placas de 300 milímetros, utilizando processos de produção de 20 e 14 nanômetros.

A expansão acontecerá em Hwaseong, na Coreia do Sul, neste mês e será totalmente finalizada no fim de 2013, se tudo acontecer de acordo com os planos, disse a Samsung.

Hoje, o Exynos, da Samsung, com processador quad-core usado em seu smartphone Galaxy S III, é produzido em 32 nanômetros. Com o investimento, a empresa deverá mudar os processos de 20 para 14 nanômetros.

A troca irá resultar em um grande salto de performance, já que os transistores se tornarão menores e consumirão menos energia.

Também no começo desta semana, a ARM disse que processadores de 20 nanômetros poderiam aparecer em smartphones e tablets até o fim de 2013. Os processadores da Samsung são baseados na arquitetura da ARM.

Além dos investimentos em Hwaseong, a companhia também está planejando construir uma nova placa de memória NAND em Xian, na China.