MOVIMENTO

Algar pode virar acionista do Banco BS2

12/05/2022 10:53

Por enquanto, a instituição vai oferecer serviços financeiros a clientes da operadora. 

Augusto Salomon, vice-presidente de negócios B2B da Algar Telecom. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Algar Telecom, companhia de telecomunicações e TI do Grupo Algar, assinou um acordo com o Banco BS2, antigo Banco Bonsucesso, para oferecer serviços financeiros a pequenas e médias empresas e pode se tornar acionista da instituição.

Na prática, serviços de crédito, conta digital, adquirência, investimentos, câmbio e seguros serão oferecidos por meio da plataforma digital do BS2 e pelos canais comerciais da operadora de telefonia para quase 200 mil clientes da Algar em 16 estados e no Distrito Federal. 

O banco será responsável pela abertura e manutenção das contas e produtos contratados pelos clientes.

O projeto, que nasceu e foi estruturado dentro do Brain, centro de inovação fundado pela operadora, deve entrar em operação no terceiro trimestre deste ano.

Segundo Augusto Salomon, vice-presidente de negócios B2B da Algar, o crescimento nacional da empresa tem como prioridade o mercado corporativo e, de modo geral, a companhia vê uma lacuna de atendimento para as dores e necessidades dos pequenos e médios negócios.

“Então temos buscado oportunidades para capturar esses clientes por meio de soluções e canais de relacionamento que atendam especificamente suas necessidades. A parceria com o BS2 é mais um passo bastante estratégico nesse sentido”, explica Salomon. 

Para o BS2, a parceria com a Algar Telecom é um passo importante na execução da estratégia do banco, que vem se preparando ao longo do último ano e fazendo uma série de movimentos para deixar o segmento de pessoas físicas e focar 100% no PJ.

Entre as ações, estão a venda da Bit55, sua plataforma de processamento de cartões de débito e crédito, para a Magalu, a transferência dos 700 mil clientes PFs para o Next, a venda da sua Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários (DTVM) para a Galapagos Capital e a venda de sua Asset para a Faros Investimentos. 

No novo projeto, as receitas serão divididas entre a Algar e o BS2 por um prazo inicial de 10 anos, podendo evoluir para novos formatos, como conversão de participação societária no banco pelo Grupo Algar.

“Estamos esperançosos de que essa parceria evolua para essa expectativa de participação acionária. Mas vamos decidir quando estivermos operando”, contou Zaima Milazzo, diretora de inovação da Algar Telecom, ao site NeoFeed.

Caso a participação acionária se confirme, o BS2 poderá dobrar a sua base atual, que também é de 200 mil clientes PJ.

De acordo com a publicação, grandes operadoras têm criado joint ventures com outras companhias para otimizar suas bases de clientes e oferecer outros serviços.

A Vivo, por exemplo, tem uma parceria com a Anima na área de educação. A TIM tem uma com a Cogna nessa mesma área e outra com o C6 Bank no setor financeiro.

A própria Algar também oferece serviços além de fibra e telefonia para a sua base de clientes PJ, como soluções de TI, de RH e de marketing digital.

Com 68 anos de mercado, a Algar Telecom oferece internet por fibra óptica, celular, serviços de voz, dados, e TI, incluindo serviços de cloud e de segurança de redes, além de sistemas de gestão para pequenas empresas.

A companhia atende 1,3 milhão de clientes corporativos (B2B) e do varejo (B2C) com mais de 112 mil km de fibra óptica em 372 cidades de 16 estados e do Distrito Federal. São mais de 4,5 mil colaboradores, sendo 1,4 mil da força de vendas.

Fundado em 1992, o Banco BS2 tem sede em Belo Horizonte, possui R$ 13,5 bilhões em ativos e conta com uma carteira de crédito e antecipação de recebíveis de cartões de R$ 4,5 bilhões.

Veja também

FURO
Mais uma fraude no C6 Bank?

De acordo com Veja, sistema frágil teria permitido fraude de R$ 23 milhões.

HR TECHS
Sólides compra Tangerino

Essa é a primeira aquisição da empresa, que recebeu um aporte de R$ 530 mi em fevereiro.

CX
C6 Bank sofre golpe de R$ 50 milhões

Funcionária terceirizada teria liderado esquema para desviar dinheiro de contas.

CARREIRA
Avritchir está no Banco Fibra

O executivo ficou conhecido pela atuação na Dell e estava na PortoCred desde 2018.

SERVIÇOS
Positivo entra em suporte de TI

Oferta inclui equipamentos de qualquer marca, garante empresa brasileira.

HRTECH
Sólides levanta R$ 530 milhões

A rodada série B foi promovida pela gestora de private equity Warburg Pincus.