Volks quer ser verde. Foto: divulgação

A unidade da Volkswagen em São José dos Pinhais, no Paraná, anunciou a instalação de uma estação meteorológica para monitorar as variações climáticas e racionalizar o uso de energia.

O sistema apresenta temperatura externa, velocidade e direção do vento, pressão atmosférica, umidade relativa do ar e volume de chuva.

Com os dados, é possível controlar a quantidade de água fria ou quente fornecida para a climatização das cabines de pintura automotiva, já que estas não podem sofrer interferências com as variações.

A nova estação meteorológica é alimentada por energia solar. A fábrica também iniciou um projeto que afirma ser pioneiro para a utilização da energia fotovoltaica no processo produtivo, por meio da instalação de painéis solares no telhado do prédio da montagem.

Segundo a companhia, com a novidade, é possível repor o equivalente ao consumo dos carregadores de baterias dos veículos autoguiados AGV (Automatic Guided Vehicle), utilizados para o transporte e o abastecimento de peças na produção.

Em 2012, a montadora foi a primeira do país a  implantar e utilizar a licença completa do software de gerenciamento de sustentabilidade SoFi, da alemã PE Internacional.

Com a tecnologia é possível administrar dados sobre as emissões de gases de efeito estufa e preparar futuros relatórios ambientais.

A unidade de São José dos Pinhais, inaugurada em 1999, produz os modelos Fox, Fox BlueMotion, CrossFox, SpaceFox e Golf, com capacidade de produção de 870 veículos ao dia.

Nesses 14 anos, o complexo industrial produziu mais de 2,1 milhões de veículos para os mercados interno e externo e, atualmente, conta com cerca de 3,5 mil trabalhadores.