RBS agora com novo data center e usando Office 365. Foto: divulgação.

O Grupo RBS anunciou dois novos investimentos em sua estrutura de TI, com o redesenho de seu data center e a implementação do Office 365, ferramenta de colaboração baseada em novem da Microsoft. 

Iniciado há três anos, o projeto do novo data center teve um aporte de R$ 12 milhões da companhia. O centro conta com dois sites, distantes seis quilômetros um do outro, para maior redundância.

Alinhado aos conceitos de sustentabilidade da RBS, o data center reduziu em 50% os gastos com energia elétrica. Com o processo de virtualização adotado, 180 servidores físicos foram desligados.

Segundo destacou a empresa em nota, o aumento da segurança e de performance dos servidores são mais ganhos oferecidos com a atualização do data center. Além disso, a estrutura foi formatada com capacidade de triplicar sua estrutura.

Para o Vice-Presidente de Pessoas e Tecnologia do Grupo RBS, Deli Matsuo, o novo centro deu agilidade aos processos. O tempo de espera foi reduzido de 90 dias para, no máximo, dois.

"A razão estratégica para esses saltos de tecnologia é colocar na mão das nossas pessoas o que, no futuro, estará sendo usado pelo público. Para desenvolver produtos de qualidade para o mundo mobile e digital, nossos repórteres e editores precisam estar conectados a essas inovações", destacou. 

Paralelamente, a RBS implementou o Office 365, suíte cloud que é usada por outras grandes empresas gaúchas como Lojas Renner e a Rede D’Or, dona dos hospitais São Luiz. 

Segundo a RBS, o software eliminou a necessidade de uma rede corporativa fechada para o acesso a documentos, além da expansão do volume de caixa de correio de 700MB para 50GB e a edição simultânea de documentos produzidos em World e Excel, por exemplo. 

Conforme avalia o gerente geral de Office da Microsoft Brasil, Alessandro Belgamo, o uso do Office 365 trará uma agilidade inédita para a companhia e suas redações jornalísticas.

"O Office 365 vai permitir maior colaboração entre todos os profissionais do Grupo RBS, trazendo ainda mais dinamismo para o processo de produção de notícias e também para outras tarefas", afirma.

No ano passado, a migração da companhia para um ambiente cloud de colaboração foi ensaiada com a implantação do sistema de comunicação unificada Lync 2013 com a consultoria do Grupo Processor. 

O objetivo era, dentre as funcionalidades do sistema, contar com a ferramenta de videoconferência para integrar e aumentar a colaboração entre equipes baseadas em Porto Alegre, Brasília e Rio de Janeiro.