A Fundação Getulio Vargas tem um curso de formação executiva em big data e data science. Foto: Divulgação.

A Fundação Getulio Vargas (FGV) está com inscrições abertas para o curso de formação executiva em big data e data science. 

O objetivo do curso, que começa em 25 de janeiro e tem duração de três meses, é fornecer subsídios para a análise de dados com o Software R.

Com mais de dois milhões de usuários mundo afora, a FGV avalia que o R está se tornando rapidamente a linguagem de programação líder em data science e estatística. Por isso, o estado da arte sobre big data (Ecossistema Hadoop, Hive, Pig, NoSQL, HBASE, SparkR) será um dos assuntos estudados.

O curso busca a capacitação dos alunos para trabalhar e analisar grandes bases de dados, conhecer o Python, entender estatística e machine learning, compreender inteligência artificial e investigar as mídias sociais. 

O curso é indicado executivos, gerentes, analistas e consultores que atuam em setores de informação intensiva. 

Para se matricular, é preciso ter diploma de nível superior ou comprovar experiência profissional sólida na área. 

Até 16 de janeiro, o programa custará R$ 6.720, à vista. Após esse período, o preço será de R$ 7.008. Há possibilidade de parcelamento em até 10 vezes. 

Na lista de cargos em alta elencados em 2016 pela PageGroup, multinacional de recursos humanos, está presente a de cientista de dados. A função agrega os desenvolvedores de soluções de análise de informação oriundos de áreas diversas como matemática, ciências da computação, análise de sistemas, estatística e física.

De acordo com a consultoria, a demanda está alta por uma pelo surgimento de uma série de tendências como big data e indústria 4.0, somada à sofisticação crescente de práticas conhecidas de CRM e análise de dados. Os salários variam de R$ 5 mil a R$ 30 mil.